Coimbra

Lista de Rui Tavares vence eleições no Livre

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 12-05-2024

A lista ‘A’ candidata ao Grupo de Contacto (direção) do Livre, encabeçada pela líder parlamentar, e na qual o dirigente Rui Tavares é o ‘número dois’, obteve hoje 61% dos votos, conquistando 10 de um total de 15 lugares.

PUBLICIDADE

De acordo com os resultados anunciados pela presidente do 14.º Congresso, Patrícia Gonçalves, que decorre no pavilhão municipal da Costa de Caparica, em Almada, a lista ‘B’, encabeçada pela dirigente Natércia Lopes conquistou três lugares (22% dos votos) e a lista ‘C’, liderada por João Manso, conquistou dois eleitos (14%). 

O Grupo de Contacto (direção), órgão executivo do Livre, teve pela primeira vez na história do partido três listas candidatas. Os 15 membros são eleitos de acordo com o método de Hondt, contando por isso com membros de ambas as listas.

PUBLICIDADE

A lista ‘A’, com uma moção intitulada “O partido do Futuro diz Presente – unidos para um país Livre”, apresenta-se como a equipa “de continuidade”, com maior número de membros da direção anterior, sendo a cabeça-de-lista a líder parlamentar, Isabel Mendes Lopes, e o ‘número dois’ Rui Tavares, seguido do deputado Jorge Pinto e da ‘número dois’ às europeias, Filipa Pinto.

A lista ‘B’ elegeu os dirigentes Natércia Lopes, Rodrigo Brito e Patrícia Robalo, que já eram membros da direção anterior e de uma lista alternativa apresentada no congresso de 2022.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A lista ‘C’ elegeu os dirigentes João Manso e Irene Gomes.

No primeiro dia do congresso, a lista ‘B’ defendeu que união não pode significar “diluição”, pedindo abertura e pluralismo, e a lista ‘C’ pediu o fim da “era da glorificação de personalidades”.

Também o Conselho de Jurisdição contou com duas listas candidatas sendo eleito através do mesmo método de Hondt.

A lista ‘A’, encabeçada pelo deputado Paulo Maucho, saiu vencedora, com 58% dos votos, o equivalente a sete mandatos. Já a lista ‘B’ obteve 36% do total, conquistando quatro mandatos neste órgão.

Para a Assembleia, órgão máximo entre congressos, foram eleitos 50 membros, votados uninominalmente. Patrícia Gonçalves, a anterior coordenadora da Assembleia, foi a mais votada, com 237 votos.

Francisco Paupério, cabeça de lista do partido para as eleições europeias de junho, foi reeleito para este órgão do qual já fazia parte, com 149 votos.

A Assembleia do Livre, de acordo com os estatutos, tem que ser composta por 25 homens e 25 mulheres, num total de 50.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE