Conecte-se connosco

Cidade

Linhas Cruzadas para reanimar baixa de Coimbra

Publicado

em

O projeto Linhas Cruzadas, que une quatro instituições culturais de Coimbra, promove, a 13 e 14 de setembro, a iniciativa Território Dentro de Nós, na baixa da cidade, com uma programação que inclui música, teatro e vídeo.

A parceria entre O Teatrão, Jazz ao Centro Clube, Circulo de Artes Plásticas e Casa da Esquina, constituída em 2012, com o apoio da autarquia e Direção Geral das Artes, promove agora “a primeira grande atividade pública”, disse à agência Lusa Sandra Silvestre, do projeto Linhas Cruzadas.

“O projeto sai, efetivamente, à rua e trabalha com a comunidade, com as pessoas da baixa de Coimbra e da própria cidade, com uma programação diversificada que pretende comunicar e levar as pessoas a pensar o espaço público”, frisou.

A 13 de setembro, uma sexta-feira, o programa abre com a instalação sonora Áudio-Crise, na esplanada do café Santa Cruz – constituída por seis pontos de escuta, seis leitores de música e auscultadores “onde os transeuntes podem parar por alguns minutos para escutar pequenas narrativas sobre a crise financeira, contadas por várias crianças de Coimbra”, lê-se na documentação divulgada aos órgãos de comunicação social.

Sexta-feira e sábado, o Largo do Poço recebe outra instalação, esta intitulada Paisagens Sonoras do Centro Histórico de Coimbra.

No Largo do Romal decorre uma proposta teatral do Bando à Parte – projeto de formação de jovens adolescentes do Teatrão – centrado nos habitantes do largo, oriundos de muitos lugares, “alguns de paragens distantes”, outros que ali viveram “a vida toda”, refere o documento da produção.

Para sábado, pelas ruas da baixa, em locais não revelados, uma das propostas passa por “pequenas performances” de Guerrilha Urbana, a cargo da Casa da Escrita: os guerrilheiros vão procurar “reclamar o espaço público como espaço de protesto” e as suas ações interferir nos “hábitos” da baixa da cidade.

“Não se espante se esta equipa de guerrilheiros urbanos aparecer de surpresa, sem pré-aviso, e armada com mapas, câmaras de vídeo, livros e vários objetos saídos de outro tempo, raptar os cidadãos e armar novos guerrilheiros do quotidiano para a luta que se avizinha”, avisam os promotores.

A Praça do Comércio recebe, nas noites de sexta-feira e sábado, a projeção, denominada Urbanscapes, de uma coleção de quatro vídeos, promovida pelo Círculo de Artes Plásticas e “Um Salão no Coração da Baixa” é o lema para as visitas guiadas ao Salão Brazil, sede do Jazz ao Centro Clube, que decorrem durante o fim de semana.

O Salão Brazil será ainda palco de dois concertos: na noite de sexta-feira atuam os brasileiros Tião Duá, trio de jovens músicos originário de Minas Gerais, que junta composições originais a canções clássicas da música popular brasileira das décadas de 1960 e 70.

No sábado, sobe ao palco Laura Lopes, natural de Belo Horizonte (Brasil), cantora e compositora cujo álbum de estreia foi lançado o ano passado.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com