Conecte-se connosco

Coimbra

Linha Roxa da Ecovia de Coimbra transportava três pessoas por dia (com vídeos)

Publicado

em

A Câmara Municipal de Coimbra aprovou hoje a suspensão da Linha Roxa da Ecovia, com os votos contra do Partido Socialista (PS) e abstenção da CDU. A vereadora Ana Bastos, eleita pela coligação Juntos Somos Coimbra, que votou a favor, justificou a decisão dizendo que a linha “transportava três pessoas por dia” e que “não tem sustentabilidade económica nem possibilidade de crescimento no próximo ano, ano e meio”.

A Ecovia retomou o seu funcionamento a 1 de junho do ano passado, ainda com Manuel Machado (PS) como presidente, com nove autocarros 100% elétricos. Seis meses depois, a Linha Roxa, que ligava o Vale das Flores aos Hospitais da Universidade de Coimbra, deixa de funcionar.

Ana Bastos explicou que a referida Linha transporta em média três pessoas por dia e no máximo, desde a entrada em funcionamento, chegou a transportar cinco. “Não tem sustentabilidade económica nem possibilidade de crescimento no próximo ano, ano e meio”, sustentou a vereadora. Além disso, disse, eliminar esta linha vai permitir “libertar dois miniautocarros e quatro motoristas necessários para repor as carreiras regulares”.

A responsável eleita pela coligação Juntos Somos Coimbra diz que o sistema “faz 80 viagens por dia para transportar 2-3 pessoas” o que, sustenta, “não é rentável”.

Os vereadores do PS votaram contra a proposta de suspensão dizendo que “não foram apresentados dados concretos que fundamentem a extinção desta Linha, uma vez que não consta do processo qualquer relatório com os dados de utilização do Sistema Ecovia nestes primeiros seis meses da sua criação, não sendo sequer anexada a informação técnica dos SMTUC e a deliberação do seu Conselho de Administração”. Os socialistas consideraram o processo “pouco transparente e deficientemente instruído, inviabilizando uma decisão ponderada”.

Falando de ausência de “estratégia para a dinamização deste serviço, no âmbito do Programa Municipal para as Alterações Climáticas, para a descarbonização da cidade e para retirar tráfego automóvel de zonas da cidade sujeitas a uma enorme pressão de estacionamento, como é o caso da zona dos hospitais”, a vereadora Regina Bento (PS) disse que o que o executivo está a fazer “é uma espécie de comissão liquidatária da Ecovia, começando por extinguir uma das suas três linhas em funcionamento”.

O PS deixou ainda um conjunto de nove “contributos para a dinamização da Ecovia”, entre os quais citou “o contacto com os Conselhos de Administração das Unidades Hospitalares da Cidade, públicas e privadas”, a realização de “reuniões com os autarcas dos municípios vizinhos com vista à apresentação do Sistema Ecovia e divulgação junto dos seus munícipes, já que uma grande percentagem dos utentes dos hospitais da cidade de Coimbra são oriundos de outros concelhos”, ou “avançar com as obras de requalificação de espaços para criação de novos parques Ecovia”, entre outros.

Regina Bento considerou que “apenas seis meses do lançamento da Ecovia, no meio de uma Pandemia, com períodos longos de teletrabalho obrigatório ou recomendado, com férias escolares e com a transição de executivos camarários, é demasiado cedo para desistir de uma política de transportes que pode transformar Coimbra numa cidade mais inteligente (smart city), acessível e ambientalmente sustentável”.

Por seu turno, Ana Bastos insistiu na importância de garantir a “sustentabilidade económica”  e explicou que a avaliação técnica , entre os meses de junho e novembro de 2021, pelos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), “demonstra que, relativamente às linhas que servem os Hospitais da Universidade de Coimbra, entende-se que a Linha Vermelha (Casa do Sal – HUC) demonstra ter maior potencial do que Linha Roxa. A análise passou pelo “custo benefício, da rentabilidade da linha assim como da exploração/manutenção do funcionamento do parque”.

Segundo Ana Bastos, a  Linha Verde (Parque Verde – Universidade) é a que demonstra “um maior potencial de captação de clientes, tendo tido uma boa progressão, com especial destaque no mês de novembro em que a procura mais que duplicou relativamente a setembro”.

 

Veja o direto NDC no parque da Ecovia no Vale das Flores:

Veja o direto NDC com o munícipe José Santos sobre a extinção da Linha Roxa:

Veja o direto NDC com a vereadora Ana Bastos:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com