Desporto

Liga e Federação lamentam a morte de Artur Jorge

Notícias de Coimbra com Lusa | 3 meses atrás em 22-02-2024

Imagem: Getty / Lutz Bongarts

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) lamentaram hoje o desaparecimento do antigo futebolista e treinador Artur Jorge, que morreu aos 78 anos.

PUBLICIDADE

“Para sempre um nome ligado ao nosso futebol. Descansa em paz, Artur Jorge”, lê-se numa publicação da FPF na rede social X, acompanhada por uma fotografia do treinador enquanto selecionador luso, cargo que ocupou em duas ocasiões.

Em comunicado, a LPFP refere que “lamenta profundamente o falecimento de Artur Jorge, antigo internacional português, que se notabilizou tanto como jogador e treinador ao serviço de FC Porto, Benfica e Académica”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“À família enlutada e a todos os adeptos em geral, a Liga Portugal endereça as mais sentidas condolências”, lê-se.

PUBLICIDADE

Treinador principal entre 1981 e 2016, Artur Jorge conduziu o FC Porto ao maior título europeu de clubes pela primeira vez, tendo orientado os ‘dragões’ entre 1984/85 e 1986/87 e, depois, entre 1988/89 e 1990/91, tendo ainda conquistado três títulos de campeão nacional, uma Taça de Portugal e três edições da Supertaça.

Artur Jorge assumiu pela primeira vez o comando da seleção nacional entre 1990 e 1991, em simultâneo com o cargo de treinador de FC Porto, e voltou a orientar a ‘equipa das quinas’ entre 1996 e 1997.

O antigo treinador orientou ainda o Benfica, a Académica e o Belenenses, clubes pelos quais se distinguiu como jogador entre 1965 e 1978, tendo somado 16 internacionalizações por Portugal, e trabalhou em 10 países no estrangeiro, com destaque para França, onde orientou o Matra Racing e o Paris Saint-Germain e para as seleções da Suíça e dos Camarões.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE