Conecte-se connosco

Empresas

Leite, suínos e aves. Produtores têm mais uma semana para se candidatarem a apoios

Publicado

em

O período de candidaturas à reserva de crise de 24,3 milhões de euros foi alargado até ao dia 19, adiantou hoje a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), após notificação do ministério.

“A ministra da Agricultura e da Alimentação informou hoje as confederações da prorrogação até 19 de agosto do período das candidaturas à medida reserva de crise, cujo prazo terminava hoje, dia 12”, lê-se numa nota da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP).

O pagamento deverá ser efetuado até 30 de setembro.

Em causa estão 24,3 milhões de euros, destinados aos produtores agropecuários afetados pelos constrangimentos decorrentes da guerra na Ucrânia.

Este montante tem por objetivo promover a sustentabilidade económica do setor, a sua manutenção e a capacidade de abastecimento do mercado.

Do total, 13,5 milhões de euros destinam-se ao setor do leite de vaca, 6,4 milhões de euros ao da carne de suíno e 4,4 milhões de euros ao das aves de capoeira.

Este apoio “teve em conta o maior impacto do aumento dos custos dos fatores de produção registado desde o início da guerra, nomeadamente a alimentação animal, energia e os fertilizantes, bem como os apoios que estão a ser aplicados nos Estados-membros da União Europeia geograficamente mais próximos e que competem nos mesmos mercados que Portugal”, assinalou, em julho, o executivo.

A este montante soma-se a medida excecional, destinada ao Continente, que é financiada pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), com 57,1 milhões de euros.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade