Conecte-se connosco

Bares

Lágrima lança cocktails D’a Rainha e D’o Rei

Publicado

em

Lágrima do Mondego, bebida de requinte e tradição, com conceito duplo – aperitivo / digestivo – desenvolve os sentidos e o paladar inovando a imagem em cocktails.

A marca de Coimbra parte à conquista do mercado brasileiro em parceria com a Global Traders, que representou também os cafés FEB, Estrela da Beira, na Supermix2018, no Recife.

Acompanhando a história da cidade de Coimbra e de Portugal desde o século XII, utilizando receituário centenário, Lágrima do Mondego apresenta novo posicionamento.

A produtora da bebida de Coimbra apresentou nas redes sociais várias cambiantes de misturas apelativas em associação de ideias, cores, sabores e aromas.

É em Coimbra, a mítica cidade dos laranjais do Mondego, onde outrora se fizeram fabulosos licores de tangerina e laranja, que eram vendidos em lojas de rua, que se produzem estes licores. 

Cocktails D’a Rainha 

D’a Rainha, reutiliza o receituário e o método ancestral/conventual da região, não sofrendo adição de químicos na sua composição. É uma harmoniosa combinação de sabores e aromas aliados à laranja, especiarias e flores. É límpido e âmbar claro, apresentando toques dos óleos das laranjas, base de sua produção. Pelo sabor suave é ideal para consumo como digestivo. Puro, frio, com gelo, ou como base para excelentes misturas.Misturas simples e frescas para qualquer época do ano.Da água tónica à cerveja, tudo é possível se o paladar acerta, mas a Lágrima por si só é uma bebida com classe”.

 House of Orange

D’a Rainha, gelo, meia rodela fina de laranja, pétalas de rosa chá.

 Gall

D’a Rainha, gelo partido, sumo de laranja, shaker.

 Fado

D’a Rainha, gelo, cerveja preta, rodela de maracujá.

Cocktails D’o Rei

De 22º vol. reutiliza também o receituário e o método ancestral/conventual da região, não sofrendo adição de químicos na sua composição e busca um posicionamento moderno e contemporâneo, com uma harmoniosa combinação de sabores e aromas, plantas e especiarias, aliadas ao aroma de quatro frutas. Como aperitivo deve beber-se com gelo e água gaseificada, ou tónica. A junção de hortelã, ou limão, pode ser uma base de cocktail. Por ser transparente, está quase recetivo aos tons e sabores naturais de todas as origens”.

 Jules Verne

D’o Rei, gelo partido, rodela de limão, rodela de lima, sumo de kiwi – Nemo

D’o Rei, gelo partido, rodela de limão, rodela de lima, sumo de laranja – Philleas Fogg.

King of Hearts

D’o Rei, gelo, puro ou com água tónica, frutos vermelhos, manjericão.

Blue Velvet

D’o Rei, gelo, água gaseificada, mirtilos, sumo de amoras silvestres e manjericão.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link