Conecte-se connosco

Cinema

Júri de duas secções competitivas vão marcar presença em Coimbra no Festival Caminhos do Cinema Português

Publicado

em

Os jurados das Seleções Caminhos e Ensaios do Festival Caminhos do Cinema Português estarão em Coimbra durante a exibição destas duas secções competitivas, na segunda semana do evento.

No júri da Seleção Caminhos está a atriz Sónia Balacó. Com mais de 20 anos de carreira na representação, Sónia Balacó tem presença no cinema, teatro e televisão. “Sombras”, de João Trabulo, marcou a sua estreia no grande ecrã em 2005, tendo-se destacado em películas como “Fragile(s)”, “I Against I”, “Variações” ou “Ordem Moral”.

A sua carreira televisiva é a mais mediática, em especial depois da participação no programa humorístico “O Último a Sair” em 2011, uma sátira aos “reality-shows” protagonizada por Bruno Nogueira. “Jornalistas”, “Os Filhos do Rock” e “Água de Mar” estão entre as dezenas de participações da atriz no pequeno ecrã.

Na mesma Seleção está também José Maçãs de Carvalho. Artista plástico, é professor auxiliar no Departamento de Arquitetura e no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, onde coordena o Mestrado em Estudos Curatoriais. Tem várias obras na área da fotografia, tendo comissariado algumas exposições como “Topografias da Vinha e do Vinho”, missão fotográfica sobre a Região da Bairrada, em 2002. Ao longo de mais de três décadas de carreira, já teve exposições em todo o país.

Ainda na Seleção Caminhos está Miguel Ribeiro, diretor do DocLisboa, onde é programador e coordenador de programação desde 2012. Desenvolveu, ao longo do seu percurso, uma série de programas curatoriais entre cinema, performance e artes visuais e é uma presença regular em painéis, debates e júris de festival – nomeadamente no Festival de Documentário de Salónica (Grécia), no Janela Internacional de Cinema do Recife ou no Festival de Málaga.

Miguel Nunes destacou-se em 2021 como protagonista de “Glória”, a primeira série portuguesa da Netflix. Apesar da sua juventude (34 anos), Miguel Nunes conta já com mais de duas décadas de representação, tendo começado em séries juvenis (“Clube das Chaves” e “Morangos com Açúcar”) e tendo feito dezenas de trabalhos em cinema e televisão. “Cartas da Guerra”, “António Um Dois Três” e “A Arte de Morrer Longe” estão entre a sua carreira cinematográfica.

A atriz Leonor Silveira tem uma carreira de mais de 30 anos no cinema, tendo-se destacado sobretudo por ter feito parte do elenco de duas dezenas de filmes de Manoel de Oliveira. “Os Canibais”, “Non ou a vã Glória de Mandar”, “A Divina Comédia”, “Vale Abraão” e “Party” são alguns filmes do realizador portuense em que Leonor Silveira participou. Trabalhou ainda com Luís Galvão Teles, João Botelho e Sérgio Tréfaut. Integrou também o elenco de “Glória”, em 2021, como Madalena Vidal, mãe de João (Miguel Nunes).

Da Seleção Ensaios, em que são apresentados filmes de escolas de cinema, o júri é marcado pela juventude e composto pelo ator Isac Graça, a produtora cultural Regina Machado e o realizador Diogo Salgado.

Isac Graça estreou-se em 2012 na curta “Esta Casa Ainda Existe” e tem feito uma carreira consistente no cinema, tendo participado em títulos como “Cartas da Guerra” (2016), “Soldado Milhões” (2018), “Snu” (2019) ou “A Viagem de D. Pedro” (2021). Em televisão, participou nas séries “Sul”, “O Atentado” e “3 Mulheres”, entre outras.

Na mesma secção, Regina Machado tem trabalhado em produção, comunicação e programação de cinema, sobretudo através da Casa da Animação – Associação Cultural, no Porto, que dirige desde 2019.

Diogo Salgado é natural de Coimbra mas fez os estudos em Cinema em Lisboa, na Escola Superior de Teatro e Cinema e Ciências da Comunicação da Universidade Nova. Destacou-se pela curta “Noite Turva”, premiada no Festival de Curtas de Vila do Conde e no Festival Caminhos do Cinema Português.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com