Conecte-se connosco

Autárquicas

Juntos Somos Coimbra quer recolocar a cidade “no lugar que merece” (com vídeos)

Publicado

em

O cabeça de lista da coligação Juntos Somos Coimbra, José Manuel Silva, afirmou hoje que a sua candidatura tem a capacidade para recolocar a cidade “no lugar que merece” e “voltar a dar mais encanto” ao concelho.

O candidato da coligação PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR /Aliança participou hoje numa iniciativa com as oito mulheres candidatas do Juntos Somos Coimbra a presidentes de freguesia e de Assembleia Municipal, percorrendo o centro histórico da cidade e dando também destaque a mulheres que marcaram o concelho, como Domitília de Carvalho, a primeira mulher a estudar na Universidade de Coimbra (UC), Carolina Michaelis, a primeira mulher a lecionar numa universidade portuguesa, a rainha Isabel de Aragão ou Inês de Castro.

Socorrendo-se da história de amor entre Inês de Castro e o infante D. Pedro, José Manuel Silva recordou que a sua coligação também foi criada “por amor à cidade”.

“Esta história de Pedro e Inês simboliza também o nosso amor a Coimbra, que nos uniu e que nos permite estar aqui com uma grande coligação, com um programa ambicioso mas exequível, com capacidade para recolocar Coimbra no lugar que merece”, disse o também vereador eleito pelo movimento independente Somos Coimbra (cujos elementos integram as listas pelo Nós, Cidadãos!).

Durante o discurso, no final do passeio, o candidato reafirmou que quer “transformar Coimbra num grande polo de desenvolvimento e cultura” e “voltar a dar mais encanto a Coimbra”.

Ao contrário de Inês de Castro, José Manuel Silva promete que na sua história não haverá lugar a “perseguições políticas”.

“Inês de Castro foi perseguida e ainda hoje continuamos a assistir a histórias de perseguição política, nomeadamente aqui em Coimbra, por algumas juntas de freguesia não serem da mesma cor política que a coligação PS/PCP”, disse.

“Essas discriminações irão acabar”, asseverou.

Também ao contrário da Rainha Santa, na sua campanha “não há milagre nenhum”.

As últimas sondagens, que colocam a coligação à frente do PS por uma margem mínima, são “resultado de um trabalho sério, abnegado, dedicado”, referiu.

José Manuel Silva realçou que tem sentido no terreno “uma recetividade extraordinária”, considerando que a coligação tem vindo a ganhar “a confiança das pessoas”.

“Para mudar Coimbra, é fundamental mudar o presidente de Câmara, mudar a equipa e trazer novas ideias, novos projetos”, disse, prometendo uma autarquia “mais humana, mais aberta, transparente”.

Os candidatos à Câmara de Coimbra são o atual presidente do município, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação Juntos Somos Coimbra – PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR /Aliança), Francisco Queirós (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Inês Tafula (coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT) e Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal).

As eleições autárquicas realizam-se no domingo.

Veja o vídeo do Direto NDC  com a candidata à Assembleia Municipal de Coimbra, Lídia Pereira:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade