Coimbra

JSD aprova mudança da capital para Coimbra. Mirandense na Vice-Presidência.

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 01-05-2016

 

PUBLICIDADE

Entre 29 de Abril e 1 de Maio realizou-se, na Batalha, o 24º Congresso Nacional da Juventude Social Democrata. Simão Ribeiro, candidato único, manteve a liderança da Comissão Política Nacional.

josé miguel ramos ferreira

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O Distrito de Coimbra, representado por mais de 60 jovens, marcou o Congresso Nacional da estrutura social democrata quer pelas propostas aprovadas quer pela representação assegurada.

PUBLICIDADE

José Miguel Ferreira, jovem jurista de Miranda do Corvo, foi aos 27 anos reeleito Vice-Presidente da Comissão Política Nacional da JSD. Para o mesmo órgão foi eleita Carolina Patrício como Vogal, Luis Girão como Secretário-geral Adjunto, Lídia Pereira como Coordenadora das Relações Internacionais e Gonçalo Simões será o Coordenador do Ensino Secundário. A Distrital de Coimbra garantiu ainda a eleição de Bruno Menezes no Conselho Nacional de Jurisdição, de José Miguel Simões na Comissão Eleitoral Independente e dos Conselheiros Nacionais André Morais, Bruno Ferrão, Rita Neves e Martim Syder.

A JSD Distrital de Coimbra apresentou ao Congresso Nacional da JSD uma moção com várias propostas específicas para a descentralização e da regionalização, que viu aprovada. Para a estrutura “a ideia de todo o Poder centralizado num enorme Terreiro do Paço é obsoleto e prejudicial ao país. Cabe à JSD liderar os políticos nacionais num movimento de redistribuição do poder”.

Segundo a proposta agora aprovada em Congresso Nacional, Portugal deve “seguir o exemplo da Austrália, Holanda ou Estados Unidos e separar o poder político do poder económico, instalando a capital política numa outra cidade que não Lisboa, porventura Coimbra seria até a cidade que, pela sua centralidade, melhores condições reuniria”.

A JSD de Coimbra vai mais longe e defende que “os órgãos do estado e da soberania, como a Presidência da República, a Assembleia da República, os Ministérios, os Tribunais Superiores e Constitucional e as Empresas Públicas devem ser distribuídos por todo o território nacional”.

Para além desta, a JSD Distrital de Coimbra viu ainda aprovadas mais duas moções subscritas por militantes do distrito. Luis Girão levou ao Congresso Nacional a moção “Baixo Mondego: o papel da agricultura na criação de emprego jovem” e Tiago Martins apresentou a moção “O Investimento na Cultura para o Desenvolvimento”.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE