Empreendedorismo

Jovens desafiados a apresentar ideias inovadoras com impacto na economia circular

Notícias de Coimbra | 10 meses atrás em 06-05-2023

Jovens de todo o país estão a ser desafiados a apresentar ideias inovadoras com impacto na economia circular, beneficiando de prémios e apoios num valor de 237 mil euros, revelou hoje a Associação BLC3.

PUBLICIDADE

“É importante desafiar a responsabilidade dos jovens para os desafios planetários: empreenderem para mudar o rumo do planeta, que enfrenta uma crise com um aumento da escassez e o uso não eficiente de recursos naturais”, destacou o presidente e CEO da Associação BLC3 – Campus de Tecnologia e Inovação, João Nunes.

PUBLICIDADE

Numa nota de imprensa enviada à agência Lusa, a BLC3 explicou que está em curso o projeto StartUp Zero, que se foca na promoção e desenvolvimento do espírito empreendedor em economia circular direcionado para a população jovem, a partir dos 16 anos.

PUBLICIDADE

publicidade

“Tem a ambição de ser um programa de referência internacional, sendo já o maior programa de empreendedorismo em Economia Circular em Portugal”, acrescentou.

O projeto é liderado pela BLC3, em consórcio com mais quatro entidades de referência nas áreas de empreendedorismo e da economia circular, nos quais se destacam a Associação CECOLAB – Collaborative Laboratory Towards Circular Economy, SANJOTEC – Associação Científica e Tecnológica, Tagus Valley – Associação para a promoção e desenvolvimento do Tecnopolo do Vale do Tejo e Sines Tecnopolo – Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama.

PUBLICIDADE

Apoiado pelo Compete 2020, Portugal 2020 e União Europeia – FSE, o Startup Zero pretende desafiar a comunidade empreendedora em Portugal, que não tem ainda uma empresa, a apresentar, até dia 15, ideias inovadoras com impacto para a economia circular.

“Irão beneficiar de um conjunto de prémios e apoios num valor de 237 mil euros. Além disso, para os três melhores projetos e ideias, as equipas irão ganhar um prémio monetário adicional de 2.000, 1.000 e 500 euros, respetivamente”, informou.

De acordo com a BLC3, o grande objetivo é “encontrar e premiar a melhor jovem equipa empreendedora portuguesa para a Economia Circular, 2023”.

“Pretende que os jovens contribuam, desenvolvam e implementem soluções inovadoras para acelerar a transição de uma economia linear para uma economia circular”, concretizou João Nunes.

Para este responsável, é estratégico uma economia mais eficiente no uso dos recursos, onde existe uma ilusão da sociedade de que os recursos são infinitos.

“Verificamos ainda dois problemas graves de literacia: a literacia sobre o que é realmente empreendedorismo e a literacia sobre o que é economia circular. Temos de ter conhecimentos mais sólidos e análise crítica e não estar dependente apenas das respostas e informações do ‘Dr. Google’, que nos irão conduzir, como sociedade, a erros graves e a ‘estados de espírito apáticos’, sustentou.

Para o CEO da BLC3, é necessária uma análise crítica sobre os problemas e desafios, caso contrário os desafios societais e planetários continuarão a não ter resposta.

O StartUp Zero já envolveu, até ao momento, mais de 2.400 jovens e realizou mais de 200 ações, de norte a sul do país, de promoção e divulgação e de contacto direto com os jovens.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com