Conecte-se connosco

Crimes

Jovem suspeito de atear 5 fogos “por impulso incontrolável”. Ficou sujeito a acompanhamento médico

Publicado

em

Um homem de 23 anos suspeito de ter ateado cinco fogos florestais, entre julho e setembro deste ano, na freguesia de Rio de Mouro, em Sintra, ficou sujeito a acompanhamento médico e a apresentações policiais, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Polícia Judiciária avançou que o homem terá provocado os incêndios, em Sintra, onde reside, por chama direta, através de um isqueiro que tinha por hábito trazer consigo, tendo justificado a autoria dos fogos “devido a um impulso incontrolável que o impele para queimar lixo e vegetação em meio florestal”.

“Nestes incêndios, o perigo de propagação foi elevado, tendo colocado em risco propriedades, empresas e residências que ali se situam, só não se tendo verificado maiores danos e prejuízos em virtude dos fogos terem sido precocemente detetados e eficazmente combatidos pelos bombeiros”, refere o comunicado.

Depois de presente ao Tribunal de Sintra, no distrito de Lisboa, o homem ficou proibido de contactar com zonas florestais, obrigado a apresentações periódicas em posto policial e sujeito a acompanhamento médico adequado.

A detenção ficou a cargo da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária, que contou numa fase inicial da investigação com o apoio da PSP.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade