Cidade

José Manuel Silva: “Não paguei a multa, lá irei para o Ministério Público com muita honra”

Susana Brás | 2 meses atrás em 22-02-2024

José Manuel Silva disse, esta quinta-feira, 22 de fevereiro, que não pagou a multa relativa às ilegalidades em nomeações de dirigentes na Câmara Municipal de Coimbra.

PUBLICIDADE

” Não paguei a multa, lá irei para o Ministério Público com muita honra” sublinhou o autarca na Assembleia Municipal que está a decorrer no Convento São Francisco.

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu terem existido ilegalidades em nomeações de dirigentes na Câmara de Coimbra quer no mandato do atual presidente, José Manuel Silva, quer nos dois mandatos do anterior, Manuel Machado.

PUBLICIDADE

publicidade

O processo deu arranque no TdC através de duas denúncias de José Manuel Silva (eleito pela coligação Juntos Somos Coimbra), quando era vereador da oposição, em 2018 e em 2019, mas acabou também ele visado pela análise do Tribunal de Contas, que tanto contesta a política de nomeações de dirigentes do anterior presidente, Manuel Machado (PS), como do atual.

Esta entidade concluiu que as nomeações em regime de substituição de vários dirigentes na Câmara de Coimbra desde 2014 “padecem de ilegalidade”, quer nos executivos liderados por Manuel Machado (entre 2014 e 2021), quer no atual executivo (eleito em 2021).

PUBLICIDADE

A questão foi levantada pelo líder da bancada socialista, Ferreira da Silva, que salientou que recentemente José Manuel Silva foi “sancionado e convidado pelo TdC a pagar voluntariamente uma multa”, devido a ilegalidades em nomeações de dirigentes”.

Em resposta o edil frisou que “não haverá nenhuma autarquia no país que cumpra a legislação, está completamente desatualizada”. “Vou para o Ministério Público defender esta matéria”, garantiu.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE