Conecte-se connosco

Mundo

Joe Biden enaltece “progresso extraordinário” contra pandemia nos EUA

Publicado

em

 O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA), o democrata Joe Biden, enalteceu hoje o “progresso extraordinário” do país no combate à pandemia nos últimos meses, advertindo, contudo, para o “longo caminho” que ainda falta percorrer.

“Ainda há um longo caminho a percorrer”, apesar do “progresso extraordinário” no que diz respeito à diminuição do número de óbitos associados à covid-19, referiu Biden durante uma conferência de imprensa, durante a tarde de hoje, na Casa Branca, transmitida através da rede social Twitter.

O chefe de Estado norte-americano também recorreu ao Twitter para enfatizar o “grande anúncio” do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA: “Se estiverem totalmente vacinados – e se estiverem ao ar livre e com um grupo que não seja grande – não precisam de utilizar máscara.”

Biden referiu que as vacinas não só estão a “salvar a vida das pessoas”, como também estão a ajudar no regresso “à vida normal”.

“Vacinem-se – nunca foi tão fácil”, dá conta o último dos ‘tweets’ publicado pelo Presidente dos Estados Unidos.

As autoridades sanitárias dos Estados Unidos anunciaram hoje que os norte-americanos vacinados contra a covid-19 não precisam de usar máscaras ao ar livre, exceto quando estão integrados numa multidão.

“Se estiver totalmente vacinado e quiser participar num pequeno encontro com pessoas vacinadas e não vacinadas, os dados científicos mostram que pode fazer isso com segurança, sem máscara”, afirmou Rochelle Walensky, diretora do CDC, principal agência federal de saúde pública.

A nova orientação representa outra etapa cuidadosamente calibrada no caminho de volta ao normal desde a pandemia de covid-19 que matou mais 570.000 pessoas nos Estados Unidos.

“Por outro lado, continuamos a recomendar o uso de máscara durante atividades e em locais movimentados, como estádios lotados ou concertos”, acrescentou a responsável durante uma conferência de imprensa.

A mudança acontece num momento em que mais de metade dos adultos norte-americanos já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19 e mais de um terço foi totalmente imunizado. 

Segundo o CDC, totalmente vacinadas ou não, as pessoas não precisam de usar máscaras ao ar livre quando caminham, andam de bicicleta ou correm sozinhas ou com membros da sua família.

Além disso, podem também ir sem máscara a pequenas reuniões no exterior com pessoas totalmente vacinadas.

A partir daí, o CDC tem orientações diferentes para pessoas que estão totalmente vacinadas e as que não estão.

Pessoas não vacinadas – definidas pelo CDC como aquelas que ainda não receberam as duas doses da vacina Pfizer-BioNTech ou Moderna ou a fórmula única da Johnson & Johnson – devem usar máscaras em reuniões ao ar livre que incluam outras pessoas não vacinadas e também em restaurantes ao ar livre. 

No entanto, todos devem continuar a usar máscaras em eventos ao ar livre lotados, como eventos desportivos ou concertos.

A agência continua a recomendar máscaras em locais públicos fechados, como cabeleireiros, restaurantes, centros comerciais, museus e cinemas. 

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.122.150 mortos no mundo, resultantes de mais de 147,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.122.150 mortos no mundo, resultantes de mais de 147,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram  16.970 pessoas dos 834.991 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link