Conecte-se connosco

Coimbra

Jaime Ramos afirma que nem o exemplo de António Costa desperta Manuel Machado

Publicado

em

unnamed (20)

Jaime Ramos, candidato a Presidente da Câmara, reuniu com Paulo Mendes, presidente do conselho de administração do Coimbra IParque.

Em comunicado enviado a NDC, o cabeça de lista do PSD/CDS/PPM/MPT confessa ter confirmado e ficado desiludido com a taxa de ocupação do IParque e com o reduzido número de postos de trabalho criados.

A única empregadora de relevo com dimensão que está instalada no IParque é a AIRC que meramente se deslocalizou dentro do concelho. Não houve uma efectiva criação de novos postos de trabalho quando tanto poderia ter sido feito, salienta Jaime Ramos.

Jaime Ramos recorda: O Governo noticiou que tinha criado uma estrutura para atrair investimento estrangeiro que se deslocalizará para fora do Reino Unido como consequência do Brexit. É lamentável que a Câmara de Coimbra se mantenha alheada e nada faça para captar parte desta enorme massa de empresas que procurar novos pólos de atractividade e que desejam investir onde os queiram receber.

O médico e empresário acrescenta que “Um mínimo de iniciativa por parte da Câmara de Coimbra aconselharia a que se colocasse ao lado do governo socialista/geringonça para participar activamente na captação de empresas para o concelho e assim apostar na criação de postos de trabalho em Coimbra”.

Hoje, os jovens de Coimbra são obrigados a sair para ter futuro. Os alunos da Universidade e Politécnico só por milagre conseguem continuar na Região de Coimbra tal é a falta de perspectivas de futuro que se lhes apresentam, lamenta o opositor de Manuel Machado.

Nesta visita ao IParque, Jaime Ramos prometeu à administração do IParque uma atenção muito especial sobre esta estrutura garantindo-lhe uma forte dinâmica na captação de empresas e na criação de emprego.

O candidato promete que, “ainda antes de ser presidente, vai voltar ao IParque e organizar ali alguns eventos e encontros, com trabalhadores e empresas, para que se possa começar a criar um espírito de proactividade na atracção de empresários e investidores.  Esta dinâmica terá de ser alargada também às outras zonas empresariais de Taveiro e Eiras e também criando sinergias com as potencialidades dos concelhos da Comunidade Intermunicipal.

Jaime Ramos  soube ainda, durante esta visita, que o actual Presidente da Câmara só uma vez se deslocou ao IParque para se inteirar da situação junto da administração. Esta situação de abandono  por parte do edil é tão mais estranha porque devido aos prejuízos, que este abandono propícia, o IParque corre o risco de ter de ser extinto, conclui Jaime Ramos.

iparque

Recordamos que Manuel Machado disse  na última Assembleia Municipal de Coimbra que pretende  “internalizar” o iParque! O que é que isto significa? Vai extinguir a Coimbra Inovação Parque SA. O bem passa para as mãos da Câmara.

Antes da Assembleia, a Câmara tornou público que o presidente da Câmara Municipal de Coimbra tinha feito uma visita de trabalho ao iParque, que terá sido a primeira desde que Manuel Machdo tomou posse em 2o13.

Dizia a informação municipal que Manuel Machado foi recebido pelo presidente do Conselho de Administração, Paulo Mendes, e pelo respetivo vogal, Magalhães Cardoso, que o colocaram a par do atual estado de desenvolvimento desta infraestrutura, assim como das perspetivas de futuro.

A Câmara Municipal de Coimbra também recordava que é a principal acionista da Coimbra Inovação Parque, com 90,23%. A lista de acionistas inclui ainda a Universidade de Coimbra (1,79%), a SI Vales – Saúde e Vida, SGPS, Lda. (1,62%), a Associação Comercial e Industrial de Coimbra (1,44%) e o Novo Banco (1,44%).

No entanto, a CMC nada adiantava quanto ao futuro do iParque, nomeadamente em relação ao seu enquadramento no regime jurídico da atividade empresarial local e das participações locais, o que acabou por ser feito, em parte,  na ultima AMC.

Manuel Machado continua sem explicar  porque ainda mantém em funções o Presidente do Conselho de Administração, que ocupa aquele lugar em nome da falida ACIC – Associação Comercial Industrial de Coimbra.

Segundo dados disponíveis na Conservatória do Registo Comercial de Coimbra o mandato desta administração terminou em 15 de maio de 2016 e de acordo com o deputado municipal Nuno Freitas não tem contas aprovadas

O Conselho de Administração do iParque tem apenas dois elementos (Magalhães Cardoso e Paulo Mendes) desde que Veiga Simão abandonou (em abril de 2015) as funções que ocupava para ocupar o cargo de Vice-Presidente da CCDRC.

Recordamos que Pina Prata, Presidente da NERC – Associação Empresarial da Região de Coimbra, afirmou recentemente que Manuel Machado, Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, é o responsável pela falência da Coimbra Inovação Parque SA.

Pina Prata manifestou a sua estranheza pelo facto da Câmara de Coimbra ter deixado falir o iParque e depois a Assembleia Municipal de Coimbra ter aprovado uma candidatura a Capital Europeia da Inovação. “Não podemos ir fazer figura de tolos para a Europa”, depois da câmara ter deixado falir o parque de inovação, ciência e tecnologia”, “andamos a brincar”,disse o líder da associação.

 

 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com