Vamos

Já tem o seu Pai Natal? Existem poucos e a procura atinge níveis recorde

Notícias de Coimbra | 5 meses atrás em 22-11-2023

Com a época natalícia à porta, o setor de animadores de Pais Natais registou um crescimento de 30% na procura nos primeiros 20 dias de novembro, face ao mesmo período do ano passado, revelam dados da APP de serviços Fixando, que alerta para a falta de oferta no setor.

PUBLICIDADE

Já em outubro esta tendência se verificava, com um aumento de 33%, face a outubro de 2022, e as previsões da empresa indicam que, até ao final do mês, a procura possa atingir um aumento de 120%.

Mas apesar do clima natalício aquecer os pedidos que as empresas de animação e organização de eventos recebem, o mercado enfrenta desafios significativos na oferta de especialistas: em outubro, apenas 46% dos clientes conseguiram encontrar um Pai Natal disponível, em comparação com os 67% de 2022. O cenário agravou-se em novembro, com apenas 31% dos clientes a conseguir marcar um Pai Natal.

PUBLICIDADE

Com base nos pedidos recebidos e nas atuais taxas de resposta, as projeções da Fixando apontam para a necessidade de cerca de mais mil Pais Natais para dar resposta aos pedidos que o setor irá receber até ao final do ano. Dos 550 especialistas que prestam este serviço através da Fixando, apenas 3% estão atualmente a aceitar novas marcações para esta época de Natal.

Para Bruno Leite, representante da empresa de eventos Mr. Milk, que oferece serviços de animação de Pais Natais, a procura deste ano supera em muito a do ano anterior. O empresário refere que o número de eventos de Natal planeados para dezembro aumentaram em 70%, face a 2022, ainda consequência do fim da pandemia e do aumento de atividades e eventos.

PUBLICIDADE

A Fixando identifica neste desequilíbrio entre oferta e procura, uma oportunidade para muitos vestirem a pele de Pai Natal e conseguirem um rendimento extra: “Ser Pai Natal tornou-se uma oportunidade acessível pois, com apenas um fato, uma barba e gosto por crianças, é possível prestar estes serviços, sendo uma forma de conquistar um rendimento extra durante a época festiva”, explica Alice Nunes, diretora de novos negócios da Fixando.

A mesma responsável adiantou que, em média, o setor paga, em média, 130€ por serviço pela realização destes trabalhos.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE