Desporto

Já se sabe quem são os tugas que vão enfrentar o gigante Luxemburgo

Notícias de Coimbra | 9 meses atrás em 11-09-2023

O selecionador Roberto Martínez operou cinco alterações no ‘onze’ que Portugal vai apresentar hoje frente ao Luxemburgo, no apuramento para o Euro2024 de futebol, optando por regressar à tática dos três centrais e colocando Diogo Jota na frente.

PUBLICIDADE

No Estádio Algarve, na sexta jornada do Grupo J, Jota reforça o ataque da seleção nacional, em que estão ainda Rafael Leão e Gonçalo Ramos, que já tinha sido anunciado como o substituto de Cristiano Ronaldo, que falha o encontro devido a castigo.

Mais atrás, António Silva foi relegado para o banco de suplentes, com Martínez a lançar Danilo e Gonçalo Inácio na equipa inicial, dando a entender um regresso à tática dos três centrais, depois do 4-4-2 apresentado em Bratislava, perante a Eslováquia (1-0).

PUBLICIDADE

Contudo, Danilo também poderá aparecer no lugar de trinco, já que Palhinha fica no banco, apesar de ter sido um dos melhores em campo na última ronda, com Rúben Dias e Gonçalo Inácio a completarem a possível dupla de centrais.

Nas alas, Diogo Dalot repete a titularidade, enquanto Nelson Semedo aparece no lugar de João Cancelo.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Com Ronaldo ausente, Bernardo Silva vai ser o capitão da seleção portuguesa, num meio campo em que volta a ter a companhia de Bruno Fernandes.

Na baliza, como tem sido habitual, estará Diogo Costa, que leva três jogos consecutivos sem sofrer golos, depois de Rui Patrício também ter ficado a zero nas duas jornadas iniciais desta fase de qualificação – o guarda-redes do FC Porto falhou o arranque devido a lesão.

Após cinco jornadas, Portugal lidera o Grupo J com 15 pontos, cinco pontos mais que Eslováquia e Luxemburgo, que partilham o segundo lugar, e nove que a Bósnia-Herzegovina, quarta. A Islândia é quinta posicionada, com três, enquanto o Liechtenstein continua em último a zero.

O Portugal-Luxemburgo está agendado para as 19:45 e terá arbitragem de John Brooks.

Antes do apito inicial do árbitro inglês, será efetuado um minuto de silêncio em memória das vitimas do sismo que atingiu Marrocos na sexta-feira.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE