Conecte-se connosco

Empreendedorismo

Já são conhecidos os vencedores dos prémios anuais do Turismo Centro de Portugal

Publicado

em

Já são conhecidos os vencedores da edição deste ano do Prémio José Manuel Alves / Concurso de Empreendedorismo Turístico e do Concurso de Teses Académicas, duas iniciativas promovidas anualmente pela Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal.

Com sete edições já realizadas, o Prémio José Manuel Alves / Concurso de Empreendedorismo Turístico é o prémio de empreendedorismo turístico mais antigo do país, tendo recebido um total de 342 candidaturas, distinguido 56 projetos e premiado 20.

O concurso tem como missão distinguir e apoiar projetos inovadores no setor do Turismo com implementação na região Centro de Portugal. Ao vencedor é atribuído o Prémio José Manuel Alves, em homenagem ao percurso do ex-presidente da Região de Turismo do Centro, que esteve na génese da criação do gabinete de apoio ao investimento turístico, na região Centro de Portugal.

Este ano, o júri final, composto por Guilherme Fonseca (Portugal Ventures), Miguel Mendes (Turismo de Portugal) e Adriana Costa (UA Incubator), distinguiu os seguintes projetos:

Projeto vencedor: Taste Food Experience. Aplicação gastronómica, desenvolvida pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG), que pretende contribuir para a estruturação e divulgação do turismo gastronómico no território das Beiras e Serra da Estrela.

“A Taste Food Experience é um projeto de base tecnológica que pretende contribuir para a estruturação e divulgação do turismo gastronómico no território das Beiras e Serra da Estrela, valorizando os seus recursos endógenos, através de um sistema multiplataforma onde a gastronomia se revela um fator de identidade e autenticidade capaz de atrair visitantes, alavancando a atividade turística e constituindo um fator de desenvolvimento integrado para produtores, restaurantes e empresas com oferta de produtos ou serviços neste âmbito”, explica Cristina Rodrigues, do IPG.

Segundo classificado: Pateira Glamping & Eco-resort. Projeto de alojamento focado na sustentabilidade e na consciencialização ecológica, idealizado para a Pateira de Espinhel, em Águeda, que engloba oito domes geodésicos de madeira e cortiça (corkdomes), uma piscina biológica e outros atrativos e atividades orientados para o wellness & spa.

Terceiro classificado: Fake Museum – A Real Museum about Fake Things. O Fake Museum é um projeto idealizado para Coimbra, que ambiciona ser um museu agregador de conhecimento e de identificação do que é falso. Um museu atrativo, dinâmico e atual, que não se limita à contextualização histórica, mas a uma abordagem circunstanciada e dinâmica das diversas vertentes do que é falso.
 
Foram também finalistas os seguintes projetos: Golden Rock – Alambique Water Spa (O Alambique de Ouro), Equinatura Silvercoast (Jorge Magalhães, Rita Magalhães, Joana Magalhães e Francisco Magalhães), Dynasty Capacity (Angela Tomás, Celestino Manuel Tomás, Carolina Tomás, Mariana Tomás, Beatriz Tomás e Mário Tomás), Fun With Us (José Catrau) e Vale das Origens (Eduardo Henriques e Lara Varela).

Os oito projetos finalistas podem ser conhecidos, individualmente e em maior detalhe, em https://bit.ly/3G9FczH. Os finalistas foram selecionados pelo Júri Intermédio, constituído por Gonçalo Castro Gomes (Turismo Centro de Portugal), Patrícia Araújo (Biosphere Portugal) e Sandra Soares (Turismo de Portugal/Escola de Hotelaria de Coimbra).
 
Concurso de Teses Académicas

O Concurso de Teses Académicas – de mestrado e de doutoramento – tem o objetivo de valorizar o conhecimento gerado no seio da comunidade científica sobre a atividade turística e de o aproximar das empresas do setor do Turismo e de todos os interessados em desenvolver projetos de empreendedorismo turístico.
 
Este ano, a sexta edição do concurso recebeu 25 candidaturas nas suas duas vertentes. O júri final, composto por Cristina Barroco (Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu), Dulcineia Moura (Territórios do Côa) e José Coutinho (Leader Oeste), distinguiu as seguintes teses:

Tese vencedora na categoria de Mestrado:
“Estratégia Territorial – proposta de uma Rede de Aldeias turísticas sustentáveis no concelho de Santa Comba Dão”, de Rui Guilherme de Oliveira Ferraz.

Tese vencedora na categoria de Doutoramento: “Árvores Monumentais de Portugal: da compreensão pública a uma literacia científica”, de Ana Raquel Fernandes Pires Lopes.

Foram também finalistas na categoria de mestrado as seguintes teses: “Impactos da pandemia covid-19 nas viagens e no turismo: o caso da Região Centro de Portugal”, de Catarina Alexandra Gândara de Oliveira Lopes Gouveia; “Experiências de Turismo Acessível em Destinos Rurais: A Perspetiva de Visitantes com Incapacidade Visual”, de Ana Catarina de Sousa e Silva Gomes; “A importância do turismo de experiências para a valorização dos territórios de baixa densidade – O caso da Aldeia Histórica de Trancoso”, de Maria João Guedes Castanheira; e “Os Conteúdos Gerados pelos Utilizadores enquanto Método para a Melhoria da Oferta Turística em Territórios de Baixa Densidade: Os Casos de Lousã e Miranda do Corvo”, de Sofia Carvalho Pêla Cinta Lopes.

As teses finalistas foram selecionadas pelo Júri Intermédio, constituído por Adriana Rodrigues (Turismo Centro de Portugal), Ana Rajado (Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra) e Sílvia Silva (Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra).

Os prémios do Concurso de Empreendedorismo Turístico e do Concurso de Teses Académicas serão entregues no 8.º Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, que se realiza de 6 a 9 de junho, em Tomar.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link