Conecte-se connosco

Politécnico

ISEC dará formação para ajudar na transição digital do setor da saúde

Publicado

em

A tomada de posse de Mário Velindro, reeleito para presidir o ISEC, realiza-se na próxima terça-feira, dia 30, e contará com as intervenções da ministra de Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e do presidente do IPC, Jorge Conde. Serão apresentadas medidas para aumentar a competitividade das empresas no período pós-pandémico, através de instrumentos de consultoria, formação e atualização de profissionais.

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra – ISEC está alinhado com a transição digital para o setor da saúde, tendo apresentado, durante a conferência “O PRR e a Transição Digital na Saúde” – organizada pelo Instituto Português de Qualidade e apoiada pelo IAPMEI – uma nova pós-graduação na área da Gestão dos Sistemas de Informação, com arranque previsto para o início do próximo ano. O anúncio oficial do curso será feito no dia 30 deste mês, terça-feira, durante a tomada de posse do recém-reeleito presidente do ISEC, Mário Velindro. 

“No balanço destes últimos quatro anos, uma das orientações estratégicas que o ISEC irá manter é a sua dedicação às ‘pessoas’: quer através de apoio incondicional aos nossos estudantes, como de um acompanhamento cada vez mais próximo dos docentes e dos profissionais, já inseridos no mercado de trabalho, que possam beneficiar da engenharia para atualizar os seus conhecimentos e melhorar as suas competências”, afirma o presidente.

“A área da saúde é uma das que mais carece de apoio e a atualização dos seus especialistas e técnicos é hoje mais importante que nunca”, mas, segundo Mário Velindro, “não é só na saúde, é também no comércio e na indústria: as empresas têm de estar preparadas para trabalhar com novos equipamentos e ferramentas. A digitalização é já uma realidade nas nossas vidas e o ISEC está apostado em contribuir para que este processo seja acessível a todos”.

No dia da tomada de posse serão ainda apresentadas algumas das resoluções para os próximos quatros anos de presidência, nomeadamente medidas para ajudar a aumentar a competitividade das empresas que, devido à pandemia da Covid-19, foram forçadas a deixar para trás a inovação tecnológica. “Para viabilizar uma recuperação económica consistente, as empresas precisarão forçosamente de adaptar-se à transição digital e isso só será possível através de consultoria e de formação de quadros, de acordo com as imposições de cada caso”, explica o presidente do ISEC.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link