Política

Iniciativa Liberal classifica comício do PS com António Costa como uma “reunião de demissionários”

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 03-03-2024

O presidente da Iniciativa Liberal (IL) disse hoje que aquilo que aconteceu no sábado no comício do PS, no Porto, foi uma “reunião de demissionários”, com António Costa e Pedro Nuno Santos a serem os rostos do passado.

PUBLICIDADE

No último domingo de campanha eleitoral para as eleições de dia 10, Rui Rocha começou a jogar voleibol e futebol na praia de Matosinhos, no distrito do Porto, para mostrar ao país que “é fundamental marcar um golo ao socialismo e à gestão socialista do país”.

Apontando críticas ao PS, e instado a comentar a presença do primeiro-ministro, António Costa, no comício daquele partido que decorreu no sábado, no Porto, o dirigente liberal considerou que “de lá não saiu nada de novo”, porque os principais intervenientes, referindo-se a Pedro Nuno Santos e António Costa, são “rostos do passado”.

PUBLICIDADE

publicidade

“Juntaram-se ali o demissionário ainda em funções [António Costa] com o demissionário do Governo [Pedro Nuno Santos] que pretende agora apresentar uma proposta para o país. Nada de novo que vem de ali”, afirmou.

Segundo Rui Rocha, a presença de António Costa não trouxe grande surpresa, porque fez “o número do costume” ao apresentar um conjunto de dados que são sempre contrariados pela realidade dos portugueses.

PUBLICIDADE

Para o presidente da IL, o primeiro-ministro pode esforçar-se, mas os portugueses já perceberam que a solução do PS é “dar mais do mesmo”.

E acrescentou: “A intervenção de António Costa não muda a realidade, a realidade de um país com serviços públicos degradados, com baixo crescimento, com baixos salários, com emigração dos jovens”.

Por isso, Rui Rocha insistiu na mensagem de que é preciso mudar o país tendo, nesta mudança, a Iniciativa Liberal “um papel importante”.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE