Conecte-se connosco

Portugal

Iniciativa Liberal quer atrair abstencionistas para eleger vereador em Coimbra 

Publicado

em

O candidato da Iniciativa Liberal à presidência da Câmara de Coimbra, Tiago Meireles Ribeiro, disse hoje que pretende captar o voto dos abstencionistas e apelou ao voto útil para eleger um vereador.

O cabeça-de-lista liberal disse também querer captar votos “dos que não acreditam na política e que já não votam”.

Em Coimbra, “há uma asfixia à participação dos cidadãos motivada por uma classe política que se serve da população, em vez de servir a população”, afirmou à agência Lusa o candidato, considerando que a força política que governa o município não está interessada em explicar as suas ideias e projetos, ao contrário da Iniciativa Liberal.

“As pessoas devem pensar se querem votar em pessoas e projetos políticos que as ignoram e se alimentam de tachos para se lá manterem ou pessoas realizadas a nível profissional que estão na política para contribuírem com soluções para o bem das pessoas”, apontou.

Tiago Meireles Ribeiro apelou ao voto útil não nas duas principais candidaturas, mas antes na Iniciativa Liberal, “que precisa de eleger um vereador”.

“É importante que as pessoas entendam que o melhor é votar na Iniciativa Liberal, que tem divulgado o seu programa junto da comunidade, sem sequer ter um deputado eleito”, salientou.

Num dia em que se reúne com a Associação Académica de Coimbra, visita empresas e associações, janta com empresários e convive com estudantes, a Iniciativa liberal está apostada em elevar a participação cívica dos cidadãos, através de políticas públicas participativas e inclusivas, “que não deixam ninguém para trás”, e promovendo uma maior abertura do município a ouvir os cidadãos, a promover a colaboração de entidades, a envolver os jovens, pugnando por uma maior transparência.

Para esse objetivo, a Iniciativa Liberal defende a divulgação e transmissão das reuniões de Câmara e da Assembleia Municipal.

Nestas eleições autárquicas, concorrem à Câmara de Coimbra o atual presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação Juntos Somos Coimbra PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR/Aliança), Francisco Queirós, (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal) e Inês Tafula (Coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT).

Nas anteriores eleições, o PS conquistou cinco mandatos na Câmara de Coimbra, a coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM conseguiu três, o movimento Somos Coimbra alcançou dois e a CDU um.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade