Conecte-se connosco

Política

Iniciativa Liberal “alerta para a desinformação ambiental que afecta Coimbra”

Publicado

em

A Iniciativa Liberal (IL) Coimbra “considera que o recente debate em torno da recente remoção, por parte do município de Coimbra, da cobertura arbórea nos terrenos próximos da ponte da Portela, junto ao rio Mondego, e de uma suposta futura infraestrutura associada à prática do golfe que aí poderá surgir tem de se alicerçar em factos e não em preconceitos. Muitas das vozes que têm criticado aquela medida parecem apoiar-se em argumentos sem fundamento científico, fomentando o alarmismo ambiental local, sem contribuir para o esclarecimento dos cidadãos ou para a defesa do próprio meio ambiente”.

A Iniciativa Liberal Coimbra sublinha, em comunicado enviado a NDC, “que a que possível instalação de uma infraestrutura no local, como seria o caso de um campo de golfe, tem de ser discutida considerando os seus méritos e deméritos, tendo nomeadamente em conta que tal poderá constituir uma oportunidade da revitalização da área, tanto a nível económico, como do ponto vista turístico”.

“As decisões políticas não devem basear-se em discursos emocionais de ocasião, mas antes ser alicerçadas em considerações racionais, que ponderem de forma apropriada todas as vantagens e desvantagens da afectação que possa ser feita de uma determinada parcela do território.
“Assistimos com surpresa que haja quem defenda que o suposto campo de golfe possa contribuir para a degradação da qualidade da água consumida em Coimbra, proveniente da estação da Boavista. Ora, a norte da referida estação, e até mais próxima desta do que o suposto futuro campo de golfe, temos uma área agrícola com dimensão bem superior, e onde desde há algum tempo têm vindo a ser aplicados herbicidas e fertilizantes. Até hoje, não se viu ninguém preocupado com a proximidade deste campo agrícola com a estação da Boavista, nem com as suas implicações ao nível da contaminação dos lençóis freáticos. A preocupação com os alegados riscos que um campo de golfe representaria para a qualidade da água deveria por isso, antes de mais, ter em conta que os requisitos legais de vigilância e tratamento impostos seriam bastante mais rigorosos para esse possível atractivo turístico do que o que é exigido às explorações agrícolas já existentes.” afirma Romeu Gerardo, Engenheiro do Ambiente e membro da Iniciativa Liberal Coimbra.

A Iniciativa Liberal Coimbra afirma que vai continuar a acompanhar de perto este assunto e não deixará de exigir ao município de Coimbra o máximo de transparência nesta matéria, para que o debate em torno deste tema seja genuinamente informado, esclarecido e racional.

O presidente do município de Coimbra garantiu na segunda-feira que a intervenção que está a ser efetuada na margem direita do Rio Mondego na zona da Portela é legal e visa eliminar espécies infestantes e remover resíduos.

Sobre as críticas de que a intervenção se destina à construção de um campo de golfe, Manuel Machado refere que existe uma decisão do município de 2009 nesse sentido, mas que não existe nenhum projeto de construção na Câmara Municipal..

No dia 22 de março , na reunião quinzenal do executivo, o vice-presidente da Câmara de Coimbra, Carlos Cidade, confirmou que tem mantido contactos com a Federação Portuguesa de Golfe (FPG) para a construção de um campo de golfe junto ao rio Mondego. 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link