Conecte-se connosco

Coimbra

ineo Start junta equipas com grande potencial a formadores, empresários e investidores

Publicado

em

Começa no dia 1 de março, quarta-feira, às 14:00, uma nova edição do ineo Start, um programa de aceleração de tecnologias e ideias em negócios que, durante um mês, junta equipas com grande potencial a formadores, empresários e investidores.

unnamed (2)

A oitava edição desta iniciativa conjunta do Instituto Pedro Nunes, Universidade de Coimbra e a jeKnowledge – Júnior Empresa da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, decorre nas instalações do IPN, com sessões às quartas-feiras das 14h às 19h.

O ineo Start é uma iniciativa INEO, um projeto que ao longo do tempo tem juntado diferentes parceiros e autores com um objetivo comum: ser uma referência na divulgação e estímulo à inovação, empreendedorismo e startups, através da partilha de experiências, apresentação de espaços, pessoas e projetos, até aos passos de criação de uma empresa.

Em concreto, as ideias apresentadas são acompanhadas, num caminho que as vai testar até ao eventual lançamento: desenvolver um modelo de negócios sustentável, encontrar a equipa certa, desenvolver um produto e definir uma estratégia de entrada no mercado.

O programa destina-se a investigadores que alcançaram resultados de I&DT passíveis de gerar produtos/serviços competitivos em mercados globais; projetos ou startups de base tecnológica em fase de desenvolvimento do seu produto/serviço e equipas de empresas já constituídas, na fase de desenvolvimento de um novo produto/serviço de base tecnológica visando os mercados globais.

As 11 equipas participantes, serão reveladas no dia 1 de março. Durante um mês têm sessões presenciais semanais em ambiente de workshop, no Instituto Pedro Nunes, e acompanhamento com sessões de mentoring e contacto com diversas personalidades, como antigos participantes a especialistas e empresários dispostos a partilhar a sua experiência e conhecimento.

Carlos Cerqueira, responsável da edição ineo Start’2017, destaca os resultados daquele que é um dos mais antigos programa de aceleração nacional, que até ao momento teve mais de 300 participantes nas sete edições anteriores, reunidos em 97 equipas, criaram empresas com uma taxa de sobrevivência de 89%.

No Demo Day, marcado para 20 de abril, os participantes depois de sessões temáticas como Business Model Canvas e How to Pitch; Customer Development e Lean Prototyping; Marketing para startups; Startups e investimento e Pitching apresentam-se publicamente perante uma plateia de potenciais investidores, parceiros e clientes.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link