Conecte-se connosco

Portugal

Incêndios: Habitantes de povoações da Guarda estão gradualmente a regressar às suas casas

Publicado

em

Habitantes de povoações do concelho da Guarda estavam hoje de manhã a regressar às suas casas, que tiveram de abandonar devido ao incêndio na serra da Estrela, disse à agência Lusa o presidente da Câmara, Sérgio Costa.

“Hoje de manhã, a situação acordou mais calma aqui no concelho da Guarda. As pessoas estão gradualmente a regressar às suas casas, desde que haja condições de segurança para tal”, explicou.

Segundo o autarca, as chamas obrigaram “algumas centenas de pessoas” a sair de suas casas, em povoações como Quintas da Misericórdia, Gonçalo, Seixo Amarelo, Valhelhas e Famalicão.

Sérgio Costa frisou que agora “a preocupação é fazer face aos reacendimentos muito constantes que estão a acontecer”.

“Com o vento que se faz sentir, já está a haver reacendimentos fortes e os meios que chegaram durante a madrugada foram fundamentais para ajudar a debelar as chamas”, afirmou.

A autarquia da Guarda já avançou com as operações de limpeza de estradas e começou a avaliar os prejuízos.

“Há sítios a que nós ainda não conseguimos ir, nomeadamente às habitações localizadas nas zonas de serra”, acrescentou.

Na segunda-feira, Sérgio Costa acionou o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Guarda, devido aos incêndios que ameaçaram as povoações do seu território.

Ao final da manhã de hoje, o incêndio na serra da Estrela estava a ser combatido por 1.104 operacionais, apoiados por 331 viaturas e 11 meios aéreos, segundo o ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade