Conecte-se connosco

Importância do Turismo Interno em destaque no arranque do Fórum “Vê Portugal”

Publicado

em

A importância do turismo interno para a economia nacional esteve em destaque no primeiro dia do Fórum “Vê Portugal”, o maior debate nacional sobre o turismo interno realizado em Portugal.

Durante três dias, no teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, especialistas de renome nacional e internacional partilham as suas experiências ao longo dos cinco painéis do evento, que conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República e é organizado pelo Turismo Centro de Portugal, em parceria com a Câmara Municipal de Leiria.

O primeiro-ministro António Costa participará na sessão de encerramento, num claro reconhecimento da importância crescente do evento.

Raul Castro, presidente da Câmara de Leiria, foi o anfitrião dos participantes. Na sessão de abertura, sublinhou que estes três dias vão ser marcados pelo conhecimento e interação entre todos. Este Fórum, frisou, é um forte sinal do “dinamismo do mercado interno do turismo”.

A sessão continuou com a intervenção de Javier Ramirez Utrilla, Diretor-Geral de Turismo da Junta de Castela e Leão. O orador abordou o esforço especial que regiões do interior, como a sua ou o Centro de Portugal, têm de fazer para dar a conhecer os seus territórios a nível turístico. Mas com muito trabalho, consegue-se. “Castela e Leão já é o quarto destino em Espanha, depois de Catalunha, Andaluzia e Comunidade Valenciana”, destacou. “O Turismo tem sido fundamental para a recuperação da região, sendo responsável por 70 mil empregos e tendo gerado 1.900 milhões de euros em 2016”.

Coube a Pedro Machado concluir a sessão inicial. O presidente do Turismo Centro de Portugal focou a sua intervenção na importância do turismo interno para a economia da região. “O mercado interno é o nosso primeiro mercado”, começou por dizer, salientando que “a atividade económica do turismo não se esgota na atividade direta”, uma vez que é transversal a toda a economia e tendo forte impacto nos transportes ou na restauração, por exemplo.

O turismo, interno e externo, gerou para a região Centro, em 2016, “270 milhões de euros em hotelaria, 100 milhões de euros em viagens, 40 milhões de euros em jogo/casino e 1000 milhões de euros em restauração e bebidas”, destacou o presidente do Turismo Centro de Portugal.

Aproveitando a presença de Javier Utrilla, e a Cimeira luso-espanhola que decorre em Vila Real, Pedro Machado realçou que uma grande aposta do Turismo do Centro tem sido as parcerias transfronteiriças com regiões de Espanha. “Estamos a trabalhar há muito em conjunto com Castela e Leão e com a Extremadura. Percebemos que há muito mais a unir-nos do que a separar-nos. O mercado ibérico deve ser trabalhado em conjunto”, disse.

Veja estas e outras declarações durante a sessão de abertura:

Seguiu-se o primeiro painel do Fórum, com o tema “Programas de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino – Portugal 2020”. Moderado por Jorge Loureiro, do Turismo Centro de Portugal, teve como intervenientes Carlos Abade, vogal do conselho diretivo do Turismo de Portugal, e Jaime Serrão Andrez, Presidente da Comissão Diretiva do COMPETE 2020. Numa sessão muito animada, com várias perguntas da plateia, os especialistas abordaram a Estratégia Turismo 2027, os programas Valorizar e Qualificação e o programa comunitário COMPETE.

Ouça tudo o qu foi dito neste primeiro painel:

No final do primeiro dia de Fórum, teve lugar um “Welcome Drink”, oferecido pelo município no Museu de Leiria.

20170529_221315[1]

 

Este é já o quarto ano em que acontece o “Vê Portugal”, depois das edições de grande sucesso realizadas em Aveiro, Viseu e Coimbra. Como sempre, tem como objetivo debater o presente e o futuro do turismo interno, que constitui, ainda, o principal mercado turístico em várias zonas do país.

Este ano, os oradores irão abordar nos cinco painéis temas como os programas de apoio à valorização dos destinos turísticos, o alargamento do mercado interno com as parcerias transfronteiriças, a importância das indústrias criativas no setor, e como promover e vender um destino turístico.

Além de participação do primeiro-ministro António Costa, destacam-se, entre os vários oradores, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, Javier Jamirez Utrilla, Diretor Geral de Turismo da Junta de Castela e Leão, Francisco Martín Simón, Diretor Geral de Turismo da Junta da Extremadura, António Costa Dieb, Presidente da AD&C – Agência para o Desenvolvimento e Coesão, Jaime Serrão Andrez, Presidente da Comissão Diretiva do COMPETE 2020, Victoria Herrero Ferrero, Responsável pela Área de Promoção e Desenvolvimento do Turismo da Junta de Extremadura, Neil Peterson, Diretor e Fundador da Inside Track, que foi consultor da Liverpool – Capital Europeia da Cultura 2008, Airan Berg, Diretor de Projetos Internacionais do La Valetta 2018 – Capital Europeia da Cultura, Carlos Martins, Diretor Executivo do Guimarães Capital Europeia da Cultura e CEO da OPIUM,ou Merike Hallik e Michael de Blust, respetivamente Presidente e Secretário-Geral da ECTAA – Confederação Europeia das Agências de Viagens e Operadores Turísticos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com