Empresas

IKEA vai abrir… só não se sabe quando!

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 15-10-2014

O grupo IKEA,  “que está a rever em alta o plano inicial de expansão em Portugal, sendo que a loja de Coimbra, onde já detém um terreno, será uma realidade”.

PUBLICIDADE

O director de expansão da IKEA Portugal, António Machado,  disse ao Económico que “Coimbra é com certeza um desses projectos que vai avançar” e garante que “faz parte do plano de expansão”, não adiantado quando vão começar as obras ou em que ano será inaugurada.

A mesma fonte sublinhou que em cima da mesa está “o repensar do plano de expansão para os próximos dez anos”, sendo que o investimento total ascende a 1.100 milhões de euros. No terreno continua o projecto de Loulé, que inclui um centro comercial e ‘outlet’ e deverá abrir até ao final de 2015.

PUBLICIDADE

Na sequência das declarações do director de expansão do IKEA, NDC contactou a IKEA, colocando as seguintes questões:

Qual a data de abertura da loja?

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Já acordaram a compra de todos os terrenos necessários para instalação do complexo do IKEA?

Foram concluídas as negociações com a Câmara Municipal de Coimbra?

A resposta foi imediata:

“Neste momento não há novidades sobre o tema”.

Recordamos que em 30 de junho a empresa tinha dito a NDC que “até 2020 a IKEA pretende chegar a cada vez mais pessoas e por isso pretende ter sete (7) lojas até 2020 em Portugal, sendo que as futuras localizações não estão ainda definidas”.
ACâmara Municipal de Coimbra aprovou, por unanimidade,  em 2012, o pedido de informação prévia da para a instalação da loja IKEA em Santa Clara. Depois de alguma polémica relacionada com a implantação do projecto numa área onde predominavam sobreiros, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro emitiu  em 2014 a   declaração de impacte ambiental.
O presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, disse em Novembro de 2013, pouco tempo depois de ter tomado posse,  que o município está “empenhado em acolher bem empreendimentos geradores de emprego e de riqueza”, mas também quer que “sejam integrados com qualidade no tecido urbano”, posição que, que segundo fontes do NDC, não tem permitido a finalização do acordo de contrapartidas entre a Câmara Municipal de Coimbra e a IKEA.

O presidente da junta da União de Freguesias de Santa Clara e de Castelo Viegas (em cuja área seria implantada a loja), José Simão, tem defendido uma ligação da zona onde será construído o estabelecimento, junto a um centro comercial, direta ao IC2, designadamente para não sobrecarregar de trânsito a rotunda do Almegue, nó de ligação do IC2 e da variante de Taveiro ao centro da cidade.

Projetada para se desenvolver em dois pisos acima do nível do solo e com cerca de 500 lugares para estacionamento automóvel, ocuparia uma área da ordem dos 81 mil metros quadrados, cerca de 24 mil metros quadrados dos quais seriam área de construção, deveria criar 230 postos de trabalho diretos e cerca de uma centena de empregos indiretos e teria abertura prevista para 2018.

A IKEA tem três  lojas em Portugal: IKEA Alfragide, IKEA Matosinhos, IKEA Loures.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE