Hóteis

Hoteleiros consideram que associações de apoio a carenciados são “um pau de dois bicos”

Notícias de Coimbra | 7 anos atrás em 08-11-2016

O delegado em Coimbra da  Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal  (AHRESP) usou o espaço reservado aos munícipes pela Câmara Municipal de Coimbra para ir à sala das sessões para falar da Baixa.

PUBLICIDADE

Foi manifestar as preocupações dos associados da (AHRESP)  em relação aos “problemas sociais”, que “parecem agravar-se dia a dia”.

PUBLICIDADE

José Madeira Caetano salientou que na Baixa há prostituição, toxicodependência, mendicidade, alcoolismo e sem abrigo,mas não considera que a zona não é insegura.

PUBLICIDADE

publicidade

O hoteleiro afirmou que estes “problemas têm impacto na Baixa”, onde a presença de instituições de apoio a carenciados acaba por ser “um pau de dois bicos”.

Não gosta de ver pedintes à porta do seu hotel, pede “intervenções que melhorem o ambiente”, para depois concluir: “a Baixa está bem. Recomenda-se”.

PUBLICIDADE

O melhoria da iluminação e mais polícia de proximidade podiam ajudar, argumenta o vereador Ferreira da Silva, antes de lembrar que é necessário mudar mentalidades.

Carina Gomes acredita que há um conjunto de responsabilidades que não dependem em exclusivo das entidades públicas, Quem trabalha nesta zona da cidade também tem responsabilidades. Nem sequer é fácil jantar na Baixa, alega a vereadora com os pelouros do Turismo e da Cultura.

Manuel Machado respondeu que há várias frentes de trabalho para minorar o impacto sobre este área territorial do nosso concelho. “Todos têm direito á vida”. Não defende uma intervenção musculada para regenerar a área.

 

José Madeira Caetano informou que na última sexta-feira tinha almoçado com a vereadora Carina Gomes e o Presidente Manuel Machado.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com