Conecte-se connosco

Politécnico

Hospitais do Reino Unido recrutam na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Politécnico de Coimbra

Publicado

em

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Politécnico de Coimbra (ESTeSC-IPC) recebeu, esta semana, dois grupos hospitalares públicos ingleses, que estiveram a desenvolver ações de apresentação e recrutamento junto dos estudantes finalistas e recém-diplomados de Imagem Médica e Radioterapia e Ciências Biomédicas Laboratoriais. Na sequência destas sessões, os jovens terão oportunidade de trabalhar ou realizar estágio profissional no Reino Unido, nomeadamente no East Kent Hospitals University NHS Foundation Trust e no South West London Pathology Hospital.

Esta é a quarta vez que o East Kent Hospitals University NHS Foundation Trust faz recrutamento de estudantes de Imagem Médica e Radioterapia na ESTeSC-IPC. “Coimbra é sempre uma prioridade”, assume Lee Gavin, técnico superior de radiologia do grupo e um dos responsáveis pela seleção dos candidatos. “Temos tidos sempre boas experiências com os estudantes da ESTeSC-IPC. A qualidade do curso de Imagem Médica e Radioterapia é superior à dos cursos que temos no Reino Unido”, justifica.

Este ano, o East Kent Hospitals University NHS Foundation Trust prevê contratar, pelo menos, sete recém-licenciados portugueses, que terão contrato de trabalho a tempo integral num dos três hospitais do grupo. O grupo inglês apoia a integração dos recém-diplomados, garantindo alojamento para os primeiros três meses de permanência no Reino Unido, viagens e formação para melhorar o domínio da língua inglesa.

O Brexit veio acrescentar alguma burocracia, mas não impede o processo de recrutamento em Portugal. “Pode demorar mais um pouco, mas se temos candidatos qualificados e que consideramos válidos, não deixaremos de recrutar aqui”, garante Lisa Noble, do South West London Pathology Hospital. O grupo oferece estágios remunerados aos recém-diplomados em Ciências Biomédicas Laboratoriais da ESTeSC-IPC desde 2020 e garante que a parceria é para manter. Além da qualidade da formação, Lisa Noble destaca o interesse dos estagiários portugueses, “que fazem questões e se mostram sempre interessados em aprender”.

Ambos os hospitais realizaram ontem (quarta-feira) sessões de apresentação e esclarecimento de dúvidas junto da comunidade ESTeSC-IPC. Seguiram-se depois as entrevistas de recrutamento (que se prolongaram até hoje) com os alunos e diplomados interessados em ter uma experiência internacional. Os candidatos recrutados deverão viajar para o Reino Unidos no último trimestre do ano.

Para o presidente da ESTeSC-IPC, Graciano Paulo, o facto de estes grupos hospitalares se deslocarem propositadamente a Portugal – e à ESTeSC-IPC, em particular – para recrutar profissionais é um reconhecimento inequívoco da qualidade dos cursos lecionados na Escola. “É um orgulho enorme verificar que os nossos antigos estudantes podem exercer, com sucesso profissional, em qualquer parte do mundo”, assume o dirigente, lembrando que cerca de 30 por cento dos diplomados da ESTeSC-IPC se encontram atualmente a trabalhar fora de Portugal, espalhados pelos cinco continentes do globo, não apenas na prestação de cuidados, mas também na investigação, inovação e indústria.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com