Conecte-se connosco

CHUC

Hospitais de Coimbra lideram projeto educativo para adultos inimputáveis

Publicado

em

– O Centro de Responsabilidade Integrada (CRI) de Psiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lidera um projeto de educação de adultos que, entre vários objetivos, pretende apoiar a inserção social e cidadania da pessoa inimputável.

O projeto SURE (Skills for Unimputable Social Rehab), realizado em parceria com uma instituição espanhola, pretende promover em pessoas inimputáveis “o desenvolvimento de competências pessoais, sociais, de integração cívica e cidadã”, referiu o CHUC, em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo o coordenador, Pedro Renca, enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiatria do CHUC, o objetivo principal visa “transformar as competências comportamentais e sociais desenvolvidas no processo de reabilitação de cada instituição envolvida em competências técnicas e proporcionar a sua utilização pelos restantes técnicos envolvidos”.

Para a administradora hospitalar Ana Dias, o SURE “tem por base três eixos fundamentais: apoiar a inserção social e cidadania da pessoa inimputável, utilizando estratégias educativas e formação não formal, facilitar o uso corrente de meios de comunicação digitais e adotar e reforçar comportamentos de sustentabilidade ambiental”.

“Pretende-se gerar oportunidades para os doentes inimputáveis desenvolverem competências pessoais, sociais, consciência moral e ética, com vista à (re)habilitação e reintegração social com a participação ativa na sociedade”, sublinhou.

O projeto visa também iniciar um processo de colaboração internacional para a elaboração de um Plano de Educação Não Formal, que sirva de base à criação “de uma metodologia comum de estratégias educativas para o treino de competências em doentes inimputáveis”.

As ações são direcionadas para pessoas adultas em regime hospitalar psiquiátrico, em regime penitenciário ou não, com a classificação de doentes inimputáveis, bem como pessoas sujeitas a treino de competências pessoais, sociais, de integração cívica e de desenvolvimento de consciência moral e ética.

São beneficiários diretos do projeto os técnicos que trabalhem com o grupo-alvo, nomeadamente educadores sociais, terapeutas ocupacionais, psicólogos e enfermeiros e as organizações participantes do projeto, e indiretos os técnicos e as pessoas que queiram seguir e aplicar as práticas desenvolvidas.

Enquadrado no Programa Erasmus+, no âmbito da Educação de Adultos, o projeto teve início em dezembro de 2022 e tem a duração de 16 meses, envolvendo também a instituição espanhola Parc Sanitari San Joan de Deu (PSSJD).

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com