Justiça

Homem acusado de violência doméstica fica em preventiva

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 mês atrás em 20-05-2024

Um homem de 34 anos ficou em prisão preventiva, acusado de violência doméstica contra a mãe, doente e com incapacidade física, e a irmã, sujeitas a injúrias e ameaças constantes, incluindo à vida, adiantou hoje o Ministério Público (MP).

PUBLICIDADE

De acordo com um comunicado do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, o homem foi detido na sexta-feira, 17 de maio, fora de flagrante delito, e apresentado a primeiro interrogatório judicial, tendo sido decretada a prisão preventiva e a proibição de contacto com as vítimas.

Sobre o detido recaem “fortes indícios da prática de um crime de violência doméstica, na pessoa da sua mãe, e de um crime de ameaça agravada, na pessoa da sua irmã”, adiantou o DIAP de Lisboa.

PUBLICIDADE

O comunicado precisa que “existem fortes indícios de que o arguido, residente com as vítimas, sujeitou, durante largo período, a mãe, de 75 anos, pessoa de mobilidade reduzida e com várias patologias decorrentes da idade avançada, a constantes ofensas à integridade física e injúrias” encontrando-se, igualmente, “indiciado que o arguido sujeitava ambas as vítimas a constantes ameaças que chegavam a ser contra a vida”.

A investigação é dirigida pela Secção Especializada Integrada de Violência Doméstica de Lisboa (SEIVD de Lisboa).

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE