Coimbra

Gregório Duvivier e Luaty Beirão discutem resistência pela arte

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 13-12-2016

Associações de Brasileiros em Coimbra organizam fim de semana sobre a Resistência política pela arte com Luaty Beirão e Gregório Duvivier.

PUBLICIDADE

 

luaty_beirao_luso_angolano_detido_fotao_facebook1927666f

PUBLICIDADE

 

Dia 17 de dezembro,  a Casa da Lusofonia acolhe Luaty Beirão, ativista e rapper angolano que assou um ano preso e ficou 36 dias em greve de fome para pedir respeito aos direitos humanos e denunciar a “ditadura em seu país”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Carlos Guerra Júnior, o Mossoró, um acadêmico e rapper que estuda o rap como ativismo político no espaço lusófono vai apresentar a história da música como ferramenta de intervenção em Angola desde o período pré-independência até o surgimento do rap na década de 1990.

Na ocasião será  lançado o livro “Sou eu mais livre”, de Luaty Beirão, que inclui o diário de treze dias na prisão e uma entrevista sobre a sua greve de fome.

 

image_large

 

Dia 18 de dezembro,  no Ateneu de Coimbra, é a vez de Gregório Duvivier,actor de Porta dos Fundos, colunista da Folha de São Paulo e ativista, conversar sobre “o golpe, a PEC 55/241 (PEC do fim do mundo)” e o papel do humor na resistência.

Neste dia, em solidariedade à luta brasileira, participa também o rapper e ativista angolano Luaty Beirão.

O fim de semana da Resistência pela Arte tem o apoio do Projeto ALICE, do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

A organização é da APEB – Associação de pesquisadores e estudantes brasileiros em Coimbra e da EBRAC – Esquerda Brasileira em Coimbra.

Luaty Beirão, o Ikonoklasta — Resistência Política pela Arte
Data: 17/12/2016 (sábado)
Onde: Casa da Lusofonia
Rua do Arco da Traição, 3000
Horário: a partir das 16h
Entrada livre
Gregório Duvivier — Resistência Política pela Arte
Data: 18/12/2016 (domingo)
Onde: Ateneu de Coimbra
Rua do Cabido, 8
Horário: 15h
Entrada livre

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE