Conecte-se connosco

Política

Governo estima que metade dos emigrantes da Europa não repita votação

Publicado

em

O Governo estima que metade dos emigrantes que participaram na primeira votação para o círculo da Europa não volte a exercer o seu direito na repetição do ato eleitoral, anunciou hoje a ministra da Administração Interna.

No debate que decore hoje na Comissão Permanente da Assembleia da República sobre as eleições do círculo da Europa, a ministra Francisca Van Dunem adiantou que, até ao dia de hoje, “por comparação com o período idêntico do primeiro período de votação”, há “menos 43% de pessoas a votar do que no período correspondente anterior”.

“Nas projeções que fazemos provavelmente isto andará pelos 50%. Vai haver seguramente bastante muito menos pessoas a votar no círculo da Europa”, revelou Van Dunem em resposta ao deputado do CDS-PP Pedro Morais Soares.

A ministra da Administração Interna referiu que as “pessoas fizeram um grande esforço de participação num ato nacional no qual se empenharam, viram esse esforço gorado, frustrado e, portanto, muitas estão incomodadas, como é compreensível, porque consideram que o país não as respeitou”.

“Há muita gente, seguramente, que não vai voltar a votar”, afirmou.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade