Conecte-se connosco

Mundo

Governo belga pretende retirar licença de trabalho a profissionais da saúde não vacinados

Publicado

em

O Governo belga iniciou os procedimentos para retirar a licença de trabalho a todos os profissionais do setor da saúde que não estejam vacinados contra a covid-19 antes do próximo dia 01 de abril.

O projeto de lei foi apresentado pelo ministro federal da Saúde, Frank Vandenbroucke, e foi endossado pelo comité consultivo sobre a covid-19, de acordo com a imprensa local. Espera-se que o diploma seja votado antes do final deste ano ou no início do próximo.

A medida irá abranger médicos, enfermeiros, socorristas ou farmacêuticos, entre outros profissionais do setor da saúde, segundo o diploma.

De acordo com os dados de hoje do instituto de saúde pública Sciensano, na Bélgica – um país com 11,4 milhões de habitantes – existem atualmente mais de 4.000 pacientes com covid-19 hospitalizados, dos quais mais de 400 encontram-se em serviços cuidados intensivos.

A taxa de mortalidade continua a rondar os 20 óbitos diários, número em linha com os indicadores das últimas duas semanas.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link