Mundo

GNR e Força Aérea resgatam migrantes ao largo do Cabo Gata

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 17-04-2024

Os militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Força Aérea resgataram na segunda-feira 56 migrantes ao largo do Cabo Gata, sudoeste de Almeria, Espanha, numa operação no âmbito da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex).

PUBLICIDADE

Em comunicado, a GNR refere que após um primeiro alerta da aeronave C-295M da Força Aérea Portuguesa, dando conta de uma pequena embarcação com 15 pessoas a bordo, todos homens, que se encontrava à deriva, a sudoeste de Almeria, em Espanha, foi acionada a Lancha de Patrulhamento Costeiro (LPC) Bojador, tendo os migrantes sido resgatados.

No mesmo dia, e após este primeiro resgate, o Sistema Integrado de Vigilância Exterior (SIVE) da Guardia Civil detetou uma outra embarcação, tendo sido a LPC novamente acionada.

PUBLICIDADE

A LPC Bojador conseguiu detetar uma pequena embarcação de pesca e foram resgatadas as 41 pessoas que seguiam a bordo.

“Em ambas as situações e tendo em conta a falta de condições de segurança das embarcações, os militares da GNR deram início à operação de transferência dos migrantes para bordo da embarcação portuguesa, nomeadamente, de 51 homens, uma mulher e quatro crianças.

PUBLICIDADE

Na nota, a GNR adianta ainda que no seguimento da ação, os militares da guarda identificaram um homem por suspeita de ligação à rede de imigração ilegal, que foi entregue às autoridades locais.

Foram ainda apreendidas as embarcações e equipamentos de navegação auxiliares, também entregues às autoridades locais.

A LPC Bojador da GNR integra a operação “INDALO 2024”, que começou a 21 de março e termina hoje, sob a égide da Agência da Guarda Europeia de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), no âmbito da coordenação operacional nas fronteiras externas da União Europeia.

Segundo a guarda, o “objetivo principal é atuar na vertente da vigilância fronteiriça, controlo de fluxos de imigração irregular, combate à criminalidade transfronteiriça, reforço da cooperação europeia ao nível de Guarda Costeira e apoiar operações de busca e salvamento”.

A GNR indica na nota, que desde 2021, a Bojador participou em diversas missões de Busca e Salvamento, tendo contribuindo para a deteção e resgate de centenas de migrantes no Mediterrâneo, em cooperação com outras forças, nomeadamente com a Guardia Civil, em Espanha, e com a Guardia di Finanza e a Guarda Costiera, ambas de Itália.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE