Crimes

GNR deteve suspeito por violência doméstica pela segunda vez

Notícias de Coimbra com Lusa | 2 anos atrás em 09-09-2022

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje ter detido um homem de 64 anos, pela segunda vez, que é suspeito do crime de violência doméstica de que foi vítima a ex-companheira, de 55 anos, no concelho de Leiria.

PUBLICIDADE

Em comunicado, a GNR informou que, no decurso de uma investigação, foi possível apurar que o suspeito “infligiu injúrias físicas e psicológicas à vítima, sua ex-companheira”, controlando “os seus movimentos e limitando-a na sua liberdade”.

O suspeito já tinha sido sujeito à medida de coação de proibição de contactar, por qualquer meio, com a vítima, controlado por pulseira eletrónica”.

PUBLICIDADE

Segundo a GNR, “o agressor incumpriu com as medidas a que estava sujeito, tendo, por diversas vezes, procurado a vítima, quer fosse através de contactos por telemóvel, quer pessoalmente junto do local de trabalho e da residência onde a mesma se encontrava, motivos pelos quais foi novamente detido”.

Presente na quinta-feira a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria, ao arguido “foi mantida a medida de coação de proibição de contactos com a vítima controlada por pulseira eletrónica e alargada a distância a que se pode aproximar” daquela.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

À agência Lusa, fonte da GNR explicou que os factos que levaram à primeira detenção ocorreram em abril, quando arguido e vítima viviam juntos. Na ocasião, o suspeito ficou com obrigação de permanência na habitação até que estivessem reunidas as condições para a aplicação dos meios técnicos de controlo à distância.

De acordo com esta fonte, assim que foi libertado da obrigação de permanência de habitação, o arguido tentou, por diversas formas, contactar e localizar a ex-companheira, tendo sido detido de novo.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE