Conecte-se connosco

Crimes

GNR detém dois homens por suspeita de fogo florestal em Grândola

Publicado

em

Dois homens, de 68 e 69 anos, foram detidos pela GNR por suspeitas de crime de incêndio florestal, na localidade de Azinheira da Barros, no concelho de Grândola (Setúbal), revelou hoje a força de segurança.

Em comunicado, o Comando Territorial de Setúbal da GNR explicou que os homens foram detidos na terça-feira, através do Posto Territorial de Grândola.

Segundo a Guarda, na sequência de um alerta de que estaria a deflagrar um incêndio florestal, os militares deslocaram-se ao local.

Após diligência policiais, constataram a presença dos dois homens, que “teriam efetuado uma queimada sem autorização para o efeito”, pode ler-se.

“A queimada ficou fora de controlo, provocando um incêndio que consumiu cerca de 5,5 hectares de pasto e vegetação”, acrescentou a GNR.

Os suspeitos foram presentes ao Tribunal Judicial de Grândola, na quarta-feira, e foram constituídos arguidos e libertados, sob termo de identidade e residência, tendo o processo baixado a inquérito.

No comunicado, a GNR lembrou que “as queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal”.

“A realização de queimadas, de queima de amontoados e de fogueiras é interditada sempre que se verifique um nível de perigo de incêndio rural ‘muito elevado’ ou ‘máximo’, estando dependente de autorização ou de comunicação prévia noutros períodos”, disse também a guarda.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link