Polícias

GNR detém 11 pessoas em flagrante delito por violência doméstica durante a semana passada

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 ano atrás em 22-04-2023

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje que deteve 544 pessoas em flagrante delito na semana passada, em todo o país, 11 das quais por violência doméstica.

PUBLICIDADE

Em comunicado, a GNR salientou que estas detenções ocorreram no âmbito de operações realizadas entre os dias 14 e 20 de abril, visando a prevenção e combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária e a fiscalização de matérias de âmbito contraordenacional.

Entre as detenções, e além das 11 já referidas por violência doméstica, destacam-se ainda nove por posse ilegal de arma e arma proibida, 36 por tráfico de droga, 18 por furto e roubo e uma por incêndio florestal.

PUBLICIDADE

Na vertente rodoviária, a GNR indica ter ainda detido 243 pessoas por conduzir sob o efeito de álcool e 137 por não terem habilitação legal para conduzir.

Do balanço deste conjunto de ações realizadas pela GNR em todo o território nacional constam ainda diversas apreensões, designadamente 18 veículos, 23 armas de fogo, 18 armas brancas ou proibidas e 410 munições de diversos calibres.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Foram também apreendidas 7.774 doses de cocaína, 6.339 doses de MDMA, 2.719 doses de haxixe, 2.141 doses de heroína, 1.016 doses de liamba, 25 comprimidos de anfetaminas, três comprimidos de MDMA, nove selos de LSD e 133 pés de canábis.

No âmbito da fiscalização de trânsito, a GNR detetou 9.612 infrações entre as quais 3.191 por excesso de velocidade, 768 por falta de inspeção periódica obrigatória, 376 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças ou ainda 343 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.

Além disto, a GNR detetou 316 situações de uso indevido do telemóvel durante a condução, bem como 303 infrações relacionadas com tacógrafos, 266 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 249 por falta de seguro de responsabilidade civil.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE