Conecte-se connosco

Lazer

Gisela João e Carlão entre outros artistas vão atuar no Convento São Francisco em Coimbra

Publicado

em

Concertos de Noiserv, Carlão e Gisela João, uma peça que junta Lúcia Moniz e Pedro Lamares, ou uma coreografia sobre o músico cabo-verdiano Orlando Pantera são algumas das propostas do Convento São Francisco, em Coimbra, para o primeiro semestre.

“É uma programação muito variada e rica”, afirmou o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, na apresentação da programação daquele espaço cultural para o primeiro semestre de 2022, destacando que estão previstos mais de 100 eventos nos primeiros seis meses do ano.

A arquiteta Isabel Worm, responsável pela assessoria cultural do Convento São Francisco, salientou que a programação, já sem grande parte dos problemas da pandemia e da necessidade de remarcação de espetáculos, traz à cidade “espetáculos de qualidade, oferecendo diversidade” e o acesso à cultura “com preços sociais”.

Para além de grandes nomes, Isabel Worm destacou o trabalho contínuo de relação do espaço com produtores e criadores de Coimbra, espelhado na programação deste semestre.

Na área da música, vão passar pelo Convento São Francisco Pedrou Abrunhosa, Gisela João, que apresenta “Aurora”, o multi-instrumentalista Noiserv, o grupo conimbricense Cordis, Carlão e Arnaldo Antunes, que integrou o grupo brasileiro Titãs, entre outros.

Ainda nessa área, em maio, será apresentada uma “grande produção” do Convento, intitulada “Requiem para uma morte anunciada”, com direção artística de Pedro Lopes e Tiago Curado de Almeida e com direção musical de Luís Figueiredo, que pretende marcar “uma viragem no caminho da renovação” da Canção de Coimbra, destacou Isabel Worm.

O Convento irá também receber o espetáculo de ‘stand up comedy’ do brasileiro Fábio Porchat, um dos fundadores do coletivo Porta dos Fundos.

Na área da dança, o Convento São Francisco volta a coorganizar o festival Abril Dança em Coimbra, recebendo a nova criação da coreógrafa Clara Andermatt, que homenageia o músico cabo-verdiano Orlando Pantera, numa peça que conta com a participação especial da cantora Mayra Andrade.

No ciclo “Somos Livres”, dedicado ao 25 de Abril, o destaque vai para uma peça que junta Lúcia Moniz e Pedro Lamares, numa criação baseada na amizade de Sophia de Melo Breyner com Jorge de Sena.

Já nas comemorações do centenário do nascimento de José Saramago, será apresentado o espetáculo “Memorial do Convento”, encenado pela companhia Dança em Diálogos, e haverá um recital de Joana Manuel com Maria do Mar sobre as vozes de mulheres na obra do Nobel da Literatura.

Pelo Convento São Francisco, haverá ainda um ciclo de miniconcertos no Café-Concerto, visitas guiadas e exposições, entre outras iniciativas.

A programação completa pode ser consultada em www.coimbraconvento.pt.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link