Conecte-se connosco

Empresas

Galp afirma que não está a receber dos fornecedores “a totalidade do gás natural contratado”

Publicado

em

O presidente executivo (CEO) da Galp afirmou hoje que a empresa não está a receber dos fornecedores “a totalidade do gás natural contratado” e antecipou que estas limitações se irão manter nos próximos trimestres.

“Não estamos a receber na totalidade os volumes contratados por parte dos nossos fornecedores de gás, mas temos bastastes entregas contratadas ao longo do ano”, afirmou Andy Brown durante uma conferência telefónica com analistas para apresentação dos resultados do primeiro trimestre da petrolífera, divulgados hoje antes da abertura do mercado.

Segundo explicou, a Galp está “a tomar medidas” para gerir estes constrangimentos, “como não usar esse gás, que está a preços mais altos, nas refinarias” e a “procurar ativamente alternativas” de fornecimento.

“Fizemos algumas provisões e, no primeiro trimestre, fomos capazes de gerir o equilíbrio entre os abastecimentos de gás e os compromissos com os nossos clientes. Nos próximos trimestres teremos de continuar a trabalhar arduamente para conseguir manter este equilíbrio”, disse.

De acordo com Andy Brown, no quarto trimestre do ano passado a Galp comprou “volumes adicionais [de gás natural] a preços mais altos, o que levou a perdas” para a empresa.

“Conseguimos evitar isso no primeiro trimestre e vamos continuar a tentar evitá-lo nos próximos trimestres, mas não será fácil”, reconheceu.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade