Conecte-se connosco

Portugal

Funeral de jovem militar arrastada por onda marcado para sábado

Publicado

em

 O funeral da jovem militar Ani Dabó, que morreu na semana passada após ser arrastada por uma onda com outros colegas na Póvoa de Varzim, está marcado para este sábado, na Amadora, revelou hoje o Exército.

Numa nota enviada à comunicação social, o gabinete do Chefe do Estado Maior do Exército anunciou que o corpo da primeiro-cabo vai estar em câmara ardente esta sexta-feira, a partir das 16:30, na paróquia de São Bento de Massamá. A missa de corpo presente realiza-se no sábado, às 14:30, seguindo-se o funeral no cemitério da Amadora.

O Exército assinalou ainda no comunicado o serviço prestado por Ani Dabó nas Forças Armadas e realçou que a jovem militar, de 20 anos, “era respeitada e admirada pelos seus camaradas por ter um caráter vibrante, honesto e entusiasta de servir ao próximo”.

Segundo as informações já apuradas pelo processo de averiguações sobre o acidente na madrugada de 25 de novembro, Ani Dabó, “sem hesitar, num ato de altruísmo”, tentou ajudar os outros sete companheiros que tinham sido arrastados pela onda, mas acabou por morrer. Já os outros militares envolvidos tiveram alta hospitalar e estão a receber apoio psicológico.

“O trágico acidente ocorreu, em 25 de novembro, durante o período de folga, fora do contexto de serviço, no âmbito de convívio social em que alguns militares, se deslocaram para frequentar um estabelecimento de diversão noturna e decidiram ir até junto da linha de água da praia da Lagoa, na Póvoa de Varzim, acabando arrastados pelo mar, particularmente agitado naquela madrugada”, referiu o Exército.

O alerta para o incidente envolvendo oito militares que frequentavam um curso de formação da Escola Prática de Serviços da Póvoa de Varzim foi dado nesse dia às 04:48. O helicóptero da Força Aérea Portuguesa que operava nas buscas na Praia da Lagoa na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, retirou do mar um cadáver cerca das 16:00.

Nesse mesmo dia, a ministra da Defesa, Helena Carreiras, enviou à família enlutada e ao Exército “as mais sinceras condolências”.

Ani Dabó ingressou no Exército em janeiro de 2019 e estava a frequentar o curso de condutor militar de categoria B, na Escola Prática de Serviços, na Póvoa de Varzim.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com