Conecte-se connosco

Cidade

Fundação quer acabar com Sem Abrigo em Coimbra!

Publicado

em

A Fundação ADFP definiu, como objetivo para Coimbra, “contribuir para uma cidade com pessoas em situação de sem abrigo: zero”.

unnamed (22)

Para garantir logística da operação a Fundação ADFP conta-nos que adquiriu uma moradia próximo do Parque Manuel Braga.

Depois de instalar uma equipa de voluntários que iniciou contactos com pessoas em situações de sem abrigo abriu o seu “refeitório com teto “. O objectivo é garantir que as pessoas possam jantar sem ser na rua, podendo ter acesso a cuidados de higiene pessoal, informa a ADFP através de comunicado enviado a NDC

A equipa de voluntários é liderada pela Professora Doutora Sónia Mairos, psicóloga Dalila Salvador e Pedro Machado, pessoas com experiência em intervenção comunitária, todos em regime de trabalho benévolo, não remunerado, acrescenta a fundação.

A Fundação ADFP acredita que intervenção com as pessoas sem-abrigo deve ser muito ambiciosa apostando na dignidade da pessoa em pobreza extrema.

Neste processo é fundamental apoiar a pessoa com alterações de comportamento, doença mental grave ou comportamentos aditivos com dependência de álcool ou outras drogas, frisa a organização ldierada por Jaime Ramos, que acrescenta que para concretizar um projecto sem-abrigo zero é necessário, para além do apoio medico e psicológico, garantir hipótese de trabalho e casa/ dormida com teto.

A Fundação afirma que defende uma cooperação de todas as organizações que apoiam pessoas sem-abrigo. Adianta que tomou mesmo a iniciativa de oferecer a Casa Dignidade de empréstimo às instituições de Coimbra que queiram usar as instalações para servir refeições aos sem-abrigo, deixando de o fazer na rua.

A Fundação ADFP refere ainda que “defende uma intervenção integrada que garanta comida, actividades ocupacionais (trabalho) e teto às pessoas sem-abrigo. A Fundação ADFP não critica visões caritativas mas defende uma visão inclusiva, que tenha como objectivo retiras as pessoas da rua, conciliando ação médica, com intervenção ocupacional e residencial”.

“Perante o facto de ter sido saneada do PISAC”, projecto que funciona nas instalações da autarquia e que visa assegurar respostas caritativas aos sem-abrigo, a Fundação ADFP diz que “tem a noção que a sua ação ficou mais dificultada mas não são estas dificuldades que a levarão a desistir de apoiar adequadamente estas pessoas com necessidades tão especiais”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com