Coimbra

Foz do Rio Ceira na Portela vai sofrer obras de estabilização das margens

António Alves | 3 semanas atrás em 02-04-2024

A vereadora Ana Bastos revelou esta terça-feira, 2 de abril, que a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) irá assumir a estabilização da Foz do Rio Ceira na confluência com o Rio Mondego, junto à Ponte da Portela.

PUBLICIDADE

Na intervenção inicial, a autarca afirmou que o problema “foi consideravelmente agravado pela destruição da galeria ripícola levada a cabo pelo executivo anterior em 2021 e que tornou ainda mais vulnerável aquela margem”.

“O estado de erosão da margem tem vindo a agravar-se, com o rio a escavar e a engolir o solo, tornando emergente a adoção de medidas, que pela sua amplitude e tipologia, serão necessariamente avultadas”, recordou.

PUBLICIDADE

A necessidade desta intervenção foi, de acordo com Ana Bastos, “evidenciada por este executivo em reuniões que empreendeu com o Ministro do Ambiente e, posteriormente, em visitas ao local com os dirigentes nacionais e locais da APA”.

Para o resto das margens, e questionada pelo Notícias de Coimbra, a vereadora disse que o município está a proceder à elaboração do projeto que permita repor a galeria ripícola das margens do rio Mondego até à Praia Fluvial do Rebolim.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE