Primeira Página

Figueira da Foz: Coração de mãe diz que “pode estar morto”. Mulher sofre sem saber onde está o filho

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 2 meses atrás em 26-02-2024

É lavada em lágrimas que Maria da Saudade, de 81 anos, conta ao Notícias de Coimbra como têm sido os últimos dias sem o filho. Mário Batista saiu do Hospital Distrital da Figueira da Foz, no dia 21 de fevereiro, e desde aí que não é visto. “Não tenho sossego nem de dia nem de noite. Deus queira que ele apareça”.

PUBLICIDADE

A mulher revive os últimos momentos que teve com o “seu menino”. Nessa madrugada, Mário “sentiu-se mal por causa do álcool. Foi para os Hospitais de Coimbra e depois transferiram-no aqui para a Figueira”. O “hospital não me disse nada, não contactou comigo” e segundo sabe, o filho saiu da unidade hospitalar “de livre vontade”. Não consegue contactar com ele, porque “o telemóvel ficou em casa”.

“Eu acho que ele não ia para muito longe. Estava de chinelos e com uma t-shirt e sem agasalho. Penso que ele esteja jogado em algum lado, pode estar aí caído, morto, sem ninguém saber”, lamenta.

PUBLICIDADE

publicidade

Acredita que o filho não era capaz de desaparecer voluntariamente, uma vez que no dia 25 de fevereiro, chegava “de França, a filha, de 16 anos, para passar uns dias com o pai”.

Maria da Saudade diz que Mário “esteve emigrado na Suíça”. Desde 2013, é que vive com a mãe. “Tinha tudo o que era bom e agora não tem nada”, afirma a progenitora, acrescentando que “andava em altos carrões e agora anda de bicicleta”.

PUBLICIDADE

Ficou viúva aos 40 anos. Vive apenas com o único filho que tem. São “a companhia um do outro”. “Estava sempre a tratar de mim, era muito meu amigo”, frisa.

“Não consigo descansar de noite. Vou sempre ao quarto dele ver se ele lá está”, diz entristecida.

Com a foto do filho nos braços só pede que ele volte para casa: “Oxalá que ele aparecesse, era uma alegria para mim”.

Recorde-se que Mário Rui Marques Batista, de 51 anos, residente em Ervidinho, Vila Verde, no concelho da Figueira da Foz, saiu do hospital figueirense e não apareceu mais. Vive com a mãe idosa que está desesperada por saber do seu paradeiro.

Veja o vídeo do NDC com Maria da Saudade, mãe do homem que desapareceu na Figueira da Foz:

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE