Conecte-se connosco

Região

Figueira da Foz cancela concerto de Matias Damásio mas mantém fogo de artifício

Publicado

em

A Figueira da Foz cancelou a animação da passagem de ano, prevista para o Coliseu Figueirense, por o artista principal, Matias Damásio, ter testado positivo à covid-19, anunciou hoje o município, salientando que o fogo de artifício se mantém.

“O Município da Figueira da Foz decidiu cancelar o programa de animação da passagem de ano 2021/2022, previsto para o Coliseu Figueirense, em virtude do artista principal, Matias Damásio, ter testado positivo à covid-19”, afirmou aquela autarquia do distrito de Coimbra, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

As atuações de DJ previstas no programa de animação da passagem de ano já tinham sido canceladas há cerca de 15 dias, devido à evolução pandémica, por forma a evitar aglomerados de jovens.

No programa de animação, estava também prevista a participação de uma cantora local, para além da atuação de Matias Damásio, esclareceu, à agência Lusa, o adjunto do presidente da Câmara da Figueira, Rui Lopes.

Apesar de ficar sem efeito a festa no Coliseu Figueirense, o município informou que se mantém a realização do fogo de artifício, em “formato descentralizado”, ocorrendo o lançamento em seis pontos do concelho: Leirosa, Costa de Lavos, São Pedro, Figueira da Foz, Buarcos e Quiaios.

O concerto de Matias Damásio estava inicialmente agendado para o ar livre, tendo sido posteriormente transferido para o Coliseu Figueirense.

Na reunião do executivo de 15 de dezembro, o presidente da Câmara da Figueira da Foz, Santana Lopes, tinha dito que esperava, até ao último dia do ano, “não ter razões para mudar o programa”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link