Primeira Página

Festival Internacional de Teatro de Rua é à borla! Eis os destaques

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 23-05-2024

O centro histórico de Santa Maria da Feira acolhe de hoje a domingo 130 horas de iniciativas do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua, que, equilibrando formatos tradicionais com novas tecnologias, este ano é dedicado à liberdade.

PUBLICIDADE

Com 40 propostas gratuitas entre os seus 41 espetáculos e instalações, a 23.ª edição desse evento do distrito de Aveiro e da Área Metropolitana do Porto vai ocupar 15 palcos distintos da cidade, levando a salas formais, praças, jardins e outros espaços públicos um total de 190 artistas de 12 nacionalidades.

A iniciativa é uma organização da Câmara Municipal da Feira e, segundo o vereador da Cultura na referida autarquia, o investimento nessas 144 exibições é de 500.000 euros.

PUBLICIDADE

“O Imaginarius é dos poucos festivais que resistem e permanecem fiéis às características dos tradicionais festivais de artes de rua. Mas o facto é que tem sabido transformar-se num diálogo permanente com a inovação, sobretudo nos cruzamentos disciplinares do circo e do teatro de rua com as ‘media arts’ e as novas tecnologias, como a realidade virtual e o ‘videomapping’”, realça Gil Ferreira à agência Lusa.

Para o autarca social-democrata, o evento reveste-se assim de “inovação permanente” e é essa “que torna o festival relevante e pertinente para as diferentes comunidades”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Entre os destaques da programação de 2024 inclui-se o espetáculo de grande formato “Waterlitz”, da companhia francesa Génerik Vapeur, que cruza vários géneros artísticos num cenário constituído por nove contentores empilhados ao longo de 19 metros de altura.

Essa megaprodução já teve 20 exibições em seis países desde a sua estreia em 2012, mas vai apresentar-se na Feira “com uma adaptação específica para o Imaginarius”, aludindo aos 50 anos do 25 de Abril ao integrar no espetáculo uma fadista local.

A única proposta do festival com entrada paga é “Blu Infinito / Azul Infinito”, da companhia italiana Evolution Dance Theater, que leva ao Cineteatro António Lamoso uma produção coreográfica cheia de luzes, raios laser e truques de ilusionismo para recriar o mundo subaquático e apelar à sua preservação.

“Rozéo”, por sua vez, é uma produção francesa em que intérpretes da companhia Gratte Ciel vão equilibrar-se sobre mastros com seis metros de altura e “RPM” é um espetáculo do coletivo britânico Gorilla Circus que se apresentará pela primeira vez ao ar livre com bailarinos a atuar sobre uma passadeira rolante.

O Imaginarius mantém-se ainda fiel à colaboração comunitária e, nesse contexto, apresenta “De femme à FEMMES / De mulher a MULHERES”, em que a franco-americana Léa Dant trabalhou com mulheres do concelho para apresentar “histórias femininas de superação e libertação”.

“Poetic Roads: Beyond Borders / Estradas Poéticas: Além das Fronteiras” é outra proposta que envolve a população local, já que a companhia italiana Rusty Brass Band trabalhou com músicos e bailarinos do município para atuar em itinerância por diferentes ruas da cidade.

Os horários e instruções de pré-reserva relativos a essas e outras performances da programação de 2024 podem consultar-se no ‘site’ www.imaginarius.pt.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE