Conecte-se connosco

Região

Festival de Curtas-Metragens de Arganil premeia trabalhos de alunos do ensino secundário e universitário

Publicado

em

Foi com o humor, a poesia e ternura que caracterizam o universo de Charlie Chaplin que decorreu esta sexta-feira, 21 de maio, a 6.º edição da Gala do CINEDITA – Festival de Curtas-Metragens de Arganil. O palco escolhido foi, mais uma vez, a Cerâmica Arganilense.

Este ano, num formato adaptado à atualidade, com a lotação limitada a convidados e transmitida em direto (Live Streaming) através de link partilhado nas redes sociais do festival. A marcar presença estiveram os autores das curtas a concurso, Câmara Municipal de Arganil, Junta de Freguesia de Arganil, empresa SKA, patrocinadores e comunidade escolar.

Nesta gala foram apresentadas 14 curtas, de um total de 43 que participaram no festival, realizadas por alunos do ensino secundário e universitário, de todo o país.

A curta Blue 52, da autoria de Catarina Nascimento, da Escola Artística Soares dos Reis, foi a vencedora de “melhor filme”, recebendo o prémio no valor de 400 euros.

Na categoria Ficção, a curta vencedora foi Aquarium, da autoria de Aida Silva, Joana Pinto, João Oliveira, Dina Ferreira, Ricardo Teixeira, da RESTART.

O prémio na categoria Documentário foi atribuído, ex aequo, a Arreigados de Inês Sousa, da Escola Artística Soares dos Reis e Histórias por Contar, de Ruben Baetas, da Escola Secundária de Arganil.

Nas duas categorias mais disputadas – Animação e Experimental, os vencedores foram, respetivamente, Creature of Habit, da autoria de Beatriz Nunes Silva, da Escola Artística Soares dos Reis e Apofenia de Gonçalo Dias, da Escola Superior de Educação de Coimbra. Os vencedores das categorias receberam um prémio no valor de 150€.

Foram ainda atribuídas duas menções honrosas: na categoria de Animação, à curta Sensory Overload, de Marie Lang, da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, da Universidade do Algarve e na categoria Experimental, à curta Disposables, de Tomás Felício, da Escola Artística António Arroio.

O júri responsável por esta seleção foi constituído por Tiago Cerveira, realizador de vários documentários premiados em festivais de cinema nacionais e internacionais, Márcio Cortez, CEO na empresa de audiovisuais 2PLAY e João Católico, Mestre em Ensino de Educação Visual, responsável pela coordenação do programa “Crianças Prime1rº”, do Serviço Educativo CINANIMA.

Mais uma vez, a mensagem da equipa da organização – estudantes e professores do Curso Profissional Técnico/a de Multimédia, da Escola Secundária de Arganil, passou! Qualidade, oportunidade, aposta – O CINEDITA é um espaço necessário de divulgação dos trabalhos académicos na área do cinema, o CINEDITA é uma aposta na cultura, no cinema português, nos futuros cineastas portugueses. Para o ano voltamos com mais novidades!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link