Conecte-se connosco

Política

Ferro Rodrigues recorda vítimas do Holocausto em Dia Internacional

Publicado

em

O presidente da Assembleia da República recordou as vítimas do genocídio nazi, no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto que hoje se assinala, defendendo que só pelo “cultivo da memória” se pode evitar repetir o passado.

Numa nota colocada no ‘site’ da Assembleia da República, o presidente do parlamento recorda que se assinalam hoje os 77 anos da libertação do campo de concentração e de extermínio de Auschwitz-Birkenau pelo Exército Vermelho, em 1945, último ano da II Guerra Mundial.

“Através da celebração desta data, instituída pela Organização das Nações Unidas como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, cumpre-se uma missão essencial: não deixar esquecer o Holocausto e o genocídio nazi que levou à morte de 6 milhões de judeus”, salienta Ferro Rodrigues.

O presidente do parlamento evoca as vítimas de “um dos episódios mais ignominiosos da história da humanidade, que visou não apenas judeus, mas também ciganos (os povos roma ou sinti), deficientes ou homossexuais”.

“Só através do cultivo da memória podemos evitar que se repita a tragédia do passado. E lembrar o passado implica reconhecer que, infelizmente, manifestações de intolerância, de racismo e de xenofobia estão a voltar a emergir em vários pontos do globo, o que deve merecer o mais veemente repúdio de todos”, destaca.

Em seu nome pessoal e da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues prestou homenagem às vítimas do Holocausto, “reafirmando a importância da memória e da promoção dos valores fundamentais da liberdade, da igualdade e da dignidade humana”, acrescenta a nota.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link