Conecte-se connosco

Lazer

Feira de Tábua de 2022 cancelada por falta de condições financeiras

Publicado

em

A Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Tábua (FACIT) não se vai realizar por causa do corte financeiro de 572 mil euros nas transferências do Orçamento do Estado e devido ao aumento de preços em consequência da guerra na Ucrânia.

O presidente da Câmara Municipal de Tábua, Ricardo Cruz, disse hoje à agência Lusa que desde o início do mandato a preocupação passa, designadamente, pelo “reequilíbrio financeiro” da autarquia e, nesse sentido, houve dois pontos que levara a Câmara Municipal a “refletir” na decisão de não realizar o evento.

“O corte financeiro de cerca de 572 mil euros na transferência do Orçamento do Estado foi um golpe duro naquilo que era a nossa estratégia. Depois, há esta questão do mundo, com a guerra na Ucrânia. E, efetivamente, a escalada de preços tem sido enorme”, explicou o autarca daquele município do distrito de Coimbra.

Ricardo Cruz admitiu que não há orçamento para “fazer um certame digno de Tábua, digno da dimensão deste concelho”.

“A opção mais ponderada e de maior transparência que podemos assumir é efetivamente que não estamos em condições de assumir um certame que nos custa mais de 150 mil euros, quando temos estes cortes todos e temos de fazer, digamos assim, um reequilíbrio financeiro nessa mesma matéria”, sublinhou.

A Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Tábua (FACIT) também não se tinha realizado em 2020 e em 2021 devido à pandemia provocada pela covid-19.

Este ano, o evento não vai ocorrer para “criar condições para que no futuro” se volte a ter a FACIT.

Questionado pela Lusa sobre o possível regresso do certame, Ricardo Cruz adiantou que a perspetiva é realizar a FACIT em 2023, “a não ser que os cortes de mantenham”.

“Em 2024, está mais do que garantida a realização da FACIT com alto impacto e com alta qualidade. Em 2023, pondera-se ou não mediante a trajetória que façamos da escalada de preços que está a acontecer e do corte, ou não, do Orçamento do Estado”, acrescentou.

Apesar de não se concretizar o evento em 2022, no que diz respeito às festividades, o autarca adiantou que existe um movimento associativo que tem organizado “todos os fins de semana” festividades no concelho.

Ao nível da calendarização promovida pelo Município de Tábua, o autarca destacou a iniciativa “Cultura do Mundo” e “História da Música” que vão decorrer em agosto e setembro, e ainda a programação em torno dos 20 anos da Biblioteca Municipal.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link