Conecte-se connosco

Coimbra

Famílias e comércio de Miranda do Corvo apoiadas pelo município em mais de 45 mil euros

Publicado

em

Três meses após o início da execução do Plano de Valorização Económica e Social, a Câmara Municipal de Miranda do Corvo já atribui às famílias com mais baixos rendimentos vales de compras em valor superior a 45 mil euros, os quais têm de ser obrigatoriamente gastos no comércio local.

Ao todo, esta medida inscrita no Plano de Valorização Económica e Social já chegou a mais de duas centenas de agregados familiares desde abril que, desta forma, puderam fazer compras nos estabelecimentos comerciais locais que aderiram ao programa.

O apoio extraordinário do município dura até ao final do ano e tem como destinatários os agregados familiares de Miranda do Corvo em situação de vulnerabilidade social. Só no corrente mês de junho, no âmbito deste programa, foram apoiados 235 agregados familiares, que representam 575 requerentes individuais.

Todos estes beneficiários cumpriram alguns dos requisitos da autarquia para a atribuição deste apoio: residir em Miranda do Corvo há, pelo menos, meio ano; baixos rendimentos; a integração de elementos menores que beneficiem do 1.º e 2.º escalão do abono de família; beneficiem do Rendimento Social de Inserção (RSI) e a integração de um ou mais elementos do ensino superior que beneficiem de bolsa de estudo anual, subtraído da propina efetivamente paga, igual ou superior a 2.200 euros por ano.

Por outro lado, representa uma importante injeção financeira no comércio local, após muitos meses em que se viram obrigados a reduzir ou mesmo encerrar os seus negócios.

Recorde-se que também no âmbito do Plano de Valorização Económica e Social, as empresas e empresários em nome individual que tiveram mais prejuízos decorrentes da pandemia COVID-19, foram também já apoiados no valor total de 42 mil euros, valor que será reforçado numa 2ª fase de candidaturas a abrir em breve.

O Plano de Valorização Económica e Social da Câmara Municipal de Miranda do Corvo aprovado em março deste ano prevê, para além dos apoios às famílias, a atribuição de verbas a empresas e empresários em nome individual, um incentivo à construção e reabilitação urbana e uma campanha de valorização territorial. Todas estas medidas são complementares às outras medidas municipais e nacionais que se encontram em vigor.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com