Primeira Página

Família vive há quase um ano num barracão em Arganil. “Vivemos na miséria”

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 27-02-2024

Imagem: CMTV "Investigação CM"

José, Otília e a filha vivem num barracão na aldeia de Sarzedo, em Arganil, desde que foram despejados. 

PUBLICIDADE

A família foi despejada da casa onde vivia, no centro da aldeia, “por não ter dinheiro para pagar a renda de 125 euros”, revela a investigação levada a cabo pelo Correio da Manhã. 

José, Otília e a filha vivem no barracão, “sem casa de banho, água canalizada e energia elétrica”. 

“Desde que foi atribuída a pensão de 474 euros a José Fernandes Gonçalves, o agregado familiar perdeu o direito ao cabaz de alimentos que até aí recebia”. 

PUBLICIDADE

publicidade

Quando a família se instalou no barracão, não existia agua nas imediações, “recentemente a câmara de Arganil garantiu o abastecimento até à casa principal da propriedade”. A família no entanto tem que percorrer “50 metros várias vezes ao dia e carregar os baldes [de água] até ao barracão”.  

Otília Gonçalves atira que “isto não são condições que uma pessoa viva”, reforçando que “estes barracões eram dos meus pais, onde tinham os animais, as batatas e a adega do vinho”. 

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE