Conecte-se connosco

Cidade

Faça-se festa numa Noite da Luz!

Publicado

em

Como celebrar a noite mais curta do Ano Internacional da Luz? No dia 20 de junho, sábado, a partir das 21 horas, o Museu da Ciência propõe uma NOITE NO MUSEU com teatro, exposições, observações astronómicas e ainda… a possibilidade de um passo de dança, ao aproveitar os festejos dos santos populares que decorrem mesmo à frente do Laboratorio Chimico.

unnamed (2)

Uma NOITE DA LUZ que vai ser curta para tanta animação e celebração: a iniciativa está integrada no programa “Sons da Cidade” que comemora a classificação que a Universidade de Coimbra obteve como Património da Humanidade pela UNESCO.

Uma peça de teatro, a possibilidade de visitar gratuitamente seis exposições, atividades de divulgação científica para os mais pequenos e ainda observação astronómica. Muitos motivos para programar uma ida no sábado, 20 de junho, ao Museu da Ciência da UC que vai estar de portas abertas a partir das 21 horas com a iniciativa NOITE DA LUZ.
Com “As Rãs” de Aristófanes, apresentadas pela Companhia de Teatro FESTEA/Thíasos,a partir das 21h30, os visitantes podem divertir-se com uma comédia da Grécia Antiga e de seguida escolher outros temas, locais e épocas.
Da China da actualidade às viagens dos naturalistas portugueses do século XVIII, fotografias do interior do olho humano que misturam ciência e arte às imagens da água nos desertos do Saara… o Museu da Ciência da UC tem neste momento quatro exposições temporárias: “Natureza exótica. Viagens filosóficas de naturalistas”“Evocar a sede para nomear a água. As palavras da água no universo Touareg”“Visões. O interior do olho humano” e“A China é bela”. Ou, para quem ainda não conhece, uma ida ao Gabinete de Física ou percorrer a exposição permanente “Segredos da luz e da matéria” são outras hipóteses. Como habitualmente, o Museu da Ciência da UC preparou um conjunto de atividades que divulgam a ciência de um modo divertido.
E na noite mais curta do ano, fica ainda o desafio de espreitar o céu! Com observações astronómicas, para identificar constelações e ver estrelas, planetas e seus satélites. Depois de tudo, ainda há espaço para o convívio, com uma típica festa da Alta de Coimbra, a comemorar os Santos Populares, com muita música dança, comes e bebes.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade